Clique e assine a partir de 9,90/mês

Antes do Mundial, Tite pede foco para Timão deixar ‘zona do inferno’

Por Da Redação - 9 jul 2012, 12h38

Campeão da Libertadores, o Corinthians já está garantido no Mundial de Clubes, no final do ano, mas vive uma situação ainda complicada no Brasileirão. Somando cinco pontos em sete rodadas – uma menos que a maioria dos adversários -, o Timão está na penúltima colocação, dentro da zona de rebaixamento.

Pelo momento incômodo no Nacional, o técnico Tite manteve a seriedade após o inédito título continental e preferiu ressaltar a necessidade de recuperação, antes de projetar a disputa do torneio no Japão. ‘Temos um jogo atrasado e podemos pontuar. Tem que recuperar para sair da zona do inferno que estamos, pois esta é nossa atual realidade. Isso porque nós priorizamos a Libertadores’, explicou o treinador, em entrevista na ‘TV Bandeirantes’.

No domingo, o Alvinegro abriu o placar e poderia sair da zona de rebaixamento do Brasileirão, mas sofreu o empate do Sport no final da partida, realizada em Recife. O primeiro jogo depois da sonhada conquistada corintiana contou, mais uma vez, com jogadores reservas – tática utilizada enquanto o clube dividia suas atenções entre os dois torneios.

Poupado, nem Tite foi com o elenco para o Nordeste. Ele ficou em São Paulo, acompanhando apenas como espectador, e foi substituído por seu auxiliar, Cléber Xavier. Atual campeão brasileiro, o gaúcho avisou que um bom Nacional será importante para deixar o Corinthians embalado no final da temporada.

Continua após a publicidade

‘Tem que pensar no Campeonato Brasileiro. O Corinthians só vai estar bem lá no final do ano, no Mundial, que ainda não é contra o Chelsea (as equipes podem se enfrentar numa hipotética final do torneio), se for bem agora, já no próximo jogo’, sentenciou o treinador.

Com um jogo a menos por conta da Libertadores, o Timão chegará ao seu oitavo encontro no Brasileiro nesta quarta-feira. O rival será o Botafogo, em encontro marcado para acontecer nesta quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), no Pacaembu. Caso vença, o Corinthians deixa a zona de rebaixamento, empurrando o Coritiba, finalista da Copa do Brasil, para o ‘inferno’ que Tite sonha deixar.

Publicidade