Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ansioso por ‘avalanche’, Marcelo Moreno será apresentado na 2

O Grêmio já confirmou que Marcelo Moreno fará exames nesta segunda-feira e, às 11 horas (de Brasília), será oficialmente apresentado como reforço do clube no Olímpico. E o atacante, de volta ao Brasil, está ansioso para não só vestir a camisa, mas ver um de seus gols ocasionando um tradicional movimento da torcida: a avalanche.

‘Sempre tive vontade de jogar no Grêmio. Desde criança, me impressionava quando o time fazia gol e torcida fazia a avalanche. É muito bom’, relatou o recém-contratado à rádio Guaíba, considerando o acerto como um ‘sonho realizado’.

Destaque no Brasil com a camisa do Cruzeiro até ser negociado com o futebol europeu em 2007, o boliviano avisa que preferiu o Tricolor gaúcho entre propostas que recebeu de equipes não só do País, mas também do exterior. De acordo com o novo centroavante do Grêmio, nenhum projeto superou o que foi mostrado pelo diretor executivo de futebol Paulo Pelaipe.

‘Vão montar um grande time no ano que vem, com certeza. Acompanhei as contratações que o clube fez. O projeto do Pelaipe é muito interessante, gostei demais. Tomara que tudo dê certo e os jogadores estejam comprometidos. Podemos conseguir os títulos que o Grêmio tanto está precisando neste momento’, afirmou Moreno.

O atacante se apresentará com o restante do grupo ao lado dos outros reforços já anunciados pelo Tricolor: o zagueiro Douglas Groli, ex-Chapecoense, os meias Felipe Nunes, ex-Independente-SP e Marco Antônio, ex-Portuguesa, e o atacante Kleber, ex-Palmeiras, além de Caio Junior, técnico que assumirá a equipe após passagem pelo Botafogo.

Para trazer Marcelo Moreno, o Grêmio envolveu cerca de 6 milhões de euros (R$ 14, 5 milhões) em transação com o Shakhtar Donetsk. O clube brasileiro pagará 2,5 milhões de euros aos ucranianos, repassará 15% dos direitos econômicos do meia Douglas Costa (porcentagem avaliada em 2 milhões de euros) e ainda repassará os 1,5 milhões de euros pagos pelo Terek Grozny, da Rússia, pelo volante Adilson.