Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Andy Murray opera e exibe raio-X: ‘Tenho um quadril de metal agora’

Tenista britânico de 31 anos pretende aliviar as dores e prolongar a carreira ao menos até a disputa de Wimbledon, em julho

Por EFE - Atualizado em 29 jan 2019, 12h58 - Publicado em 29 jan 2019, 11h10

O tenista britânico Andy Murray foi submetido a cirurgia no quadril nesta terça-feira, 29, em Londres, na Inglaterra. O próprio atleta divulgou uma foto na cama do hospital e também de uma radiografia do local operado. Antes do Aberto da Austrália, Murray, de 31 anos, anunciou que deve se aposentar em 2019 por não aguentar mais as dores. Com a operação, no entanto, ele espera conseguir prolongar a carreira.

“Com sorte, este será o fim das dores no meu quadril. Agora, tenho um quadril de metal”, brincou o jogador nascido na Escócia.

View this post on Instagram

I underwent a hip resurfacing surgery in London yesterday morning…feeling a bit battered and bruised just now but hopefully that will be the end of my hip pain 😀 I now have a metal hip as you can see in the 2nd photo 👉👉 and I look like I've got a bit of a gut in photo 1😂

Publicidade

A post shared by Andy Murray (@andymurray) on

O campeão de Wimbledon em 2013 e 2016 já havia se submetido a outro procedimento no quadril há um ano. As dores na região já afetam Murray há 18 meses.

Antes do Grand Slam de Melbourne, vencido por Novak Djokovic, Murray anunciou, em um discurso emocionado, que decidiu se aposentar neste ano, devido aos problemas físicos que não permitiam mais que atuasse em alto nível. Seu plano é parar depois de mais uma participação em Wimbledon, do qual é bicampeão.

Murray passará nos próximos meses por um delicado processo de recuperação e não há prazo para seu retorno às quadras.

Publicidade