Clique e assine a partir de 9,90/mês

Andrés e Romário são eleitos. Dinamite e Ademir perdem

Romário e Bebeto reeditaram sucesso da Copa de 1994 nas urnas do RJ. Por outro lado, ídolos de grandes clubes fracassaram em suas aventuras políticas

Por Da Redação - 6 out 2014, 11h57

Como de costume, muitos ex-atletas e cartolas participaram das eleições deste domingo por todo o país. Alguns deles foram eleitos com votações expressivas. O ex-atacante Romário, protagonista do título mundial da seleção brasileira em 1994, foi eleito senador pelo Rio de Janeiro com mais de 4,6 milhões de votos, a maior votação para o cargo na história do estado. Seu parceiro de ataque no tetra, Bebeto, também conseguiu ser eleito deputado estadual. O ex-presidente do Corinthians Andrés Sánchez, que recebeu mais de 168.000 votos para deputado federal por São Paulo, também venceu nas urnas. No Sul, ídolos do Grêmio voltarão a se encontrar, agora de terno e gravata. Por outro lado, outros ex-craques e dirigentes de grandes clubes não conseguiram repetir nas urnas os feitos de suas carreiras esportivas e terminaram as eleições com o gosto amargo da derrota.

Leia também:

Partidos médios crescem, mas PMDB domina o Senado

Os vencedores e perdedores das eleições deste domingo

Publicidade