Clique e assine a partir de 9,90/mês

Anderson Silva alfineta Dana White e deve lutar no UFC 237 em Curitiba

Lutador postou montagem nas redes sociais dizendo que virá ao Brasil para 'salvar' o presidente da organização. Evento acontece em 11 de maio

Por Da redação - Atualizado em 20 fev 2019, 15h13 - Publicado em 20 fev 2019, 15h10

Anderson Silva fez crescer os rumores sobre sua provável participação no UFC 237, previsto para 11 de maio, na Arena da Baixada, em Curitiba. Nesta quarta-feira, 20, o ex-campeão usou as redes sociais para dar uma cutucada no presidente da organização, Dana White, e dizer que vem ao Brasil para “salvá-lo”.

O desenho postado por Anderson, mostra o personagem Homem-Aranha, uma clara referência a seu apelido, “Spider”, do alto de um prédio, falando no celular. “Amor, eu não estou indo salvar o mundo hoje. Estou indo para o Brasil salvar o Dana de novo!”, diz o super-herói. 

View this post on Instagram

Love, I'm not going to save the world today! I'm going to Brazil, save Dana again. 🕷 🕷🕷🕷🕷🕷🕷🕷🕷🕷🕷😂 @spiderkick @moncefito @marcosdunker

Continua após a publicidade

A post shared by Anderson "The Spider" Silva (@spiderandersonsilva) on

Aos 43 anos, Anderson desfruta de um bom momento. Há duas semanas, voltou a lutar depois de dois anos e, apesar de ter perdido para Israel Adesanya, demonstrou boa forma e deu trabalho ao nigeriano, um dos jovens mais promissores do MMA. Após a luta em Melbourne, no UFC 234, Anderson adiantou que gostaria de lutar em Curitiba, cidade onde passou a infância e adolescência.

Anderson, de fato, “salvou” Dana White em diversas oportunidades em que o presidente do UFC precisava de uma estrela para completar um card. A mais recordada delas aconteceu no UFC 200, em 2016, quando o brasileiro substituiu Jon Jones (suspenso por doping), com apenas 48 horas de antecedência, e foi derrotado por Daniel Cormier.

Faltando detalhes para ser oficializado, o UFC 237 em Curitiba deverá ter a disputa do título peso-palha (52 kg) entre a atual campeã, a americana Rose Namajunas, e a paranaense Jéssica ‘Bate-Estaca’ Andrade, além de diversos outros atletas nacionais. 

Publicidade