Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Anderson Silva aceita entrar no UFC Rio para salvar card

Campeão vai lutar acima de seu peso para substituir José Aldo e evitar fiasco

Anderson vai fazer o que mais gosta – derrubar um adversário -, dentro de casa, com lotação garantida, sem prejudicar o bolso de Dana White, e ainda salvar a reputação do evento

Dana White não esperou muito tempo para tentar salvar o UFC Rio 3, marcado para 13 de outubro. Depois de ver os principais nomes das lutas de fundo da noite serem derrubados por contusões, recorreu à maior estrela do UFC, Anderson Silva. Sim, o campeão dos médios (até 84 kg) vai fazer a última luta da noite no Rio de Janeiro contra o americano Stephan Bonnar. Para isso, Anderson vai subir de peso, para a categoruia meio pesado, até 93 kg.

Anderson está em São Paulo, cancelou uma participação que faria numa continuação do filme Karatê Kid e está em plena forma física, como mostrou ao maltratar o fanfarrão Chael Sonnen. “Liguei para o Anderson Silva hoje (quarta) e ele está filmando um comercial no Brasil”, confirmou White ao jornal USA Today. O plano é uma luta com peso combinado (ou seja, não vale título), mas é garantia de sucesso, sem dúvidas.

Leia também:

Anderson cumpre sua promessa e espanca Chael Sonnen

UFC 148: ‘É impossível ganhar do Anderson’, diz Cigano

O falastrão Sonnen – quem diria – fez bem a Anderson Silva

UFC: sem ‘clone’ de Anderson, quem é capaz de vencê-lo?

Com essa disponibilidade em quebrar o galho do chefão do UFC, evitando um fiasco como foi a noitada de UFC em Belo Horizonte – com fracasso de público – , quem sai ganhando é o torcedor, que deixou de ver exatamente a última luta de Anderson, primeiro marcada para São Paulo, depois Rio, e finalmente Las Vegas, contra a vontade do campeão.

Assim, Anderson vai fazer o que mais gosta – derrubar um adversário -, dentro de casa, com lotação garantida, sem prejudicar o bolso de Dana White, e ainda salvar a reputação do evento, que a cada dia sofre mais com o número excessivo de lutas e mudanças de card por causa de contusões. De quebra fica com saldo positivo na hora de negociar novos acordos com Dana White.

Leia também:

Anderson: ‘Esperava que Sonnen fosse mais inteligente’

Antes de Anderson x Sonnen, 9 grandes rivalidades das lutas

No auge da popularidade, o MMA vai dando adeus a suas lendas

‘Eu apanhei de Júnior Cigano. Mas quero minha revanche’

UFC confirma: quer Anderson lutando em estádio nos EUA