Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Amistoso é milésimo jogo da seleção – nas contas da CBF

Historiadores divergem sobre número de jogos já disputados desde a estreia

Nas contas adotadas pela CBF, foram 999 jogos antes desta quarta-feira, com 631 vitórias, 216 empates e 152 derrotas

Maior campeã da história das Copas do Mundo e equipe de futebol mais tradicional do planeta, a seleção brasileira atingirá mais uma marca histórica nesta quarta-feira, no amistoso diante da Colômbia, em Nova Jersey. Será a milésima partida do Brasil em 98 anos desde a formação da seleção. Em 21 de julho de 1914, a Feredação Brasileira de Sports (FBS) reuniu os principais jogadores da época para enfrentar os ingleses do Exeter City, no Rio de Janeiro. Apenas paulistas e cariocas foram convocados, com destaque para o lendário Arthur Friedenreich, maior jogador do país antes de Pelé. Jogando num campo localizado onde hoje fica a sede do Fluminense, em Laranjeiras, os brasileiros venceram por 2 a 0. O Exeter City atualmente disputa a quarta divisão do Campeonato Inglês.

O primeiro gol da partida e da história da seleção foi marcado por Oswaldo Gomes, jogador do próprio Flu. Osman, do América-RJ, fez o segundo. Apesar de ainda amador, a seleção precisou de pouco mais de dois meses para levantar seu primeiro título. Em jogo equilibrado, disputado em Buenos Aires, os brasileiros venceram os argentinos por 1 a 0. O resultado garantiu a conquista da Copa Roca no dia 27 de setembro de 1914. A competição seria vencida mais sete vezes pelo Brasil: 1922, 1945, 1957, 1960, 1963, 1971 e 1976. A Copa Roca, aliás, serviu de inspiração para o atual Superclássico das Américas. Caso não tivesse sido cancelada por causa da falta de luz, a partida decisiva do Superclássico deste ano seria o milésimo jogo da seleção. Curiosamente, o minitorneio que deu a primeira taça ao Brasil hoje é considerado quase um incômodo para o calendário já lotado da seleção.

Leia também:

Jogo da seleção atrai pouco interesse nos Estados Unidos

Em nova fase, seleção volta a jogar bem e goleia o Japão

Mano se diz ‘mais contente’ com nova cara de sua equipe

Preocupado com a seleção, Ronaldo ameaça: ‘Vou voltar’

O primeiro título importante da seleção veio na vigésima partida de sua história, em 29 de maio de 1919, quando os cariocas pararam a cidade para assistir à final do Sul-americano. Novamente nas Laranjeiras, o Brasil foi comandado por Friedenreich e bateu o Uruguai por 1 a 0 para ficar com a taça. Apelidado pelos próprios uruguaios de “El Tigre”, Fried se tornou ídolo nacional. A partir daí, a popularidade da seleção só cresceu – mas o ano decisivo para a história de sucesso da equipe só veio quatro décadas depois, na Copa do Mundo da Suécia, em 1958. Foi o primeiro dos cinco Mundiais conquistados pelo Brasil (os outros vieram em 1962, 1970, 1994 e 2002). A seleção também foi vice-campeã mundial em 1950 e 1998. A lista de conquistas inclui também oito títulos de Copa América e três da Copa das Confederações.

Controvérsia – Ao promover o jogo como o milésimo da seleção, a CBF provocou polêmica entre os historiadores do esporte. Há dúvidas sobre os critérios usados para definir a lista de partidas. De acordo com Rodrigo Paiva, assessor de imprensa da entidade, a lista não será divulgada na íntegra justamente para que a polêmica não continue. Pelo que se sabe, as contas não levam em consideração jogos dos times sub-17, sub-20 e nem das seleções olímpicas ou pan-americanas. As partidas contra clubes foram mantidas na lista – afinal, a primeira foi justamente disputada com um adversário desses, o Exeter City. Nas contas adotadas pela CBF, foram 999 jogos antes desta quarta-feira, com 631 vitórias, 216 empates e 152 derrotas.

(Com agência Gazeta Press)