Americana empata com o Criciúma e pode deixar G-4

Por Da Redação - 25 out 2011, 22h01

Por AE

Americana – Em má fase nesta reta final da Série B, o Americana chegou ao sexto jogo sem vitória nesta terça-feira ao empatar sem gols com o Criciúma, em casa, no Estádio Décio Vitta. O resultado poderá custar ao time paulista o quarto lugar na tabela.

Com 51 pontos, o Americana poderá ser superado no decorrer da rodada por Sport e Bragantino e deixará de depender apenas de suas forças para obter o acesso à Série A. O empate também foi ruim para o Criciúma, que chegou aos 49 pontos e desperdiçou a chance de desbancar o próprio Americana e entrar no G-4.

Castigado pela chuva, o gramado do Décio Vita foi o grande adversário dos dois times no primeiro tempo. Com a dificuldade de conduzir a bola e trocar passes, as melhores oportunidades criadas surgiram em lances de bola parada.

Publicidade

Na segunda etapa, a chuva deu uma trégua, mas o campo continuou pesado, dificultando a armação de jogada de ambos os times. Apesar disso, o Americana voltou melhor do intervalo e esteve perto de abrir o placar, porém os atacantes desperdiçaram aos poucas chances criadas. E o time paulista não soube tirar proveito nem da expulsão de Guilherme, na metade do segundo tempo. A partir daí, o time catarinense ficou apenas na defesa.

Pela 34.ª rodada, o Criciúma volta a campo na próxima terça-feira, a partir das 20h30, contra a Portuguesa, no Estádio Heriberto Hulse, em Santa Catarina. O Americana jogará no sábado, dia 05, às 16h20, diante da Ponte Preta, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

Ficha Técnica:

Americana 0 x 0 Criciúma

Publicidade

Americana – Jaílson; Paulo Sérgio, Jorge Luiz, Thiago Gomes e Magal; Gercimar, Léo Silva, Fumagalli e Marcinho (André Luiz); Clodoaldo e Jônatas (Danilo Santos). Técnico: Roberto Fernandes.

Criciúma – Andrey; Fábio Santana, Rogélio, Anderson Conceição e Pirão; Jackson, Baraka, Mateus (Zé Carlos) e Guilherme; Thiago Silvy (Roni) e Schwenck (Doriva). Técnico: Márcio Goiano.

Cartões amarelos – Léo Silva, Clodoaldo, Paulo Sérgio, Jorge Luiz, Zé Carlos e Schwenck.

Cartão vermelho – Guilherme.

Publicidade

Árbitro – Héber Roberto Lopes (PR).

Renda – R$ 7.690,00.

Público – 911 pagantes.

Local – Estádio Décio Vitta, em Americana (SP).

Publicidade