Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

América-MG quer surpreender São Paulo para seguir vivo

Por Da Redação 19 nov 2011, 07h24

Por Marcelo Portela

Belo Horizonte – Depois de surpreender alguns dos times que disputam o título do Campeonato Brasileiro, o América-MG tem mais uma árdua missão a partir das 19 horas deste sábado na luta para escapar do rebaixamento: derrotar o São Paulo, em pleno estádio do Morumbi, pela 36.ª e antepenúltima rodada. O clube mineiro tem 34 pontos e está em penúltimo na tabela de classificação, enquanto que a equipe tricolor paulista está em 8.º, com 53.

Além de ter que ir à casa do adversário para enfrentar o São Paulo, que ainda luta por uma vaga na Copa Libertadores do ano que vem, o América-MG terá que superar um tabu. Nas oito partidas entre os times na história do Brasileirão, nunca venceu e os melhores resultados que conseguiu foram três empates – inclusive o do primeiro turno, por 1 a 1, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG).

E as dificuldades para o América-MG parecem não ter fim. Para piorar a situação, o técnico Givanildo Oliveira não poderá usar Amaral, Leandro Ferreira e Gilson, todos suspensos para a partida. Já o lateral-esquerdo Thiago Carleto pertence ao São Paulo e também não poderá entrar em campo. Se, por um lado, toda a circunstância da partida parece desfavorável, ao menos algumas boas notícias podem animar o treinador, que terá novamente à disposição na defesa Micão e Everton, que cumpriram suspensão na rodada anterior.

Para Fábio Júnior, quaisquer jogadores que forem escalados para o jogo têm que entrar em campo com o mesmo espírito das partidas anteriores. “Qualquer vacilo pode ser fatal. Não é fácil jogar contra o São Paulo lá (no Morumbi), mas a gente sabe que se entrar do mesmo jeito que nos últimos jogos, temos tudo para conseguir uma vitória”, afirmou o atacante, que quer os três pontos como um “presente antecipado” pelos 34 anos que completará neste domingo. “A vitória seria um presente antecipado para deixar o aniversário completo”, disse.

Continua após a publicidade

Publicidade