Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

América-MG ganha e fica na vice-liderança da Série B

Por Da Redação - 19 jun 2012, 23h07

Por AE

Belo Horizonte – O América-MG voltou a vencer no Campeonato Brasileiro da Série B ao bater o Bragantino por 3 a 2, nesta terça-feira, no estádio Independência, em Belo Horizonte, na abertura da sétima rodada. O time mineiro se reabilitou da derrota para o Avaí e chegou aos 16 pontos, um a mais do que o Criciúma, que caiu para a terceira posição. Mas a liderança caiu nas mãos do América-RN, que venceu o ASA, por 2 a 0, e também atingiu os 16 pontos, porém com mais gols marcados que os mineiros: 16 a 14. O Bragantino continua com sete pontos, em 13.º lugar.

O jogo começou movimentado e em alta velocidade. O time da casa abriu o placar aos 20 minutos, quando Rodriguinho recebeu passe de Boiadeiro de costas, ameaçou fazer o passe, mas fez o giro. Depois bateu forte de perna esquerda, surpreendendo o goleiro Alê, que demorou para ir atrás da bola.

Aos 28 minutos, de falta, Pará acertou o travessão e quase ampliou para o América-MG. Quem não faz, toma. E foi o que aconteceu aos 31, quando Léo Jaime arriscou o chute de longe e Neneca “aceitou”. Ele tentou segurar a bola no alto, mas ela escapou de suas mãos e entrou.

Publicidade

Mas, aos 38 minutos, os americanos ficaram de novo na frente. Rodriguinho fez o passe para Boiadeiro, na quina da grande área. Ele bateu cruzado e Alê, de novo, falhou. O Bragantino ainda conseguiu empatar aos 43. Malaquias, pela direita, fez o cruzamento e Léo Jaime, de voleio, mandou para as redes. Um belo gol.

No segundo tempo, o América-MG voltou mais na frente, enquanto que o Bragantino fez uma clara opção pelos contra-ataques. Depois de tanto insistir, o time mineiro ficou na frente aos 21 minutos. Rodriguinho iniciou a jogada pelo lado direito, mas após a tabela de Alessandro o atacante Bruno Meneghel invadiu a área e chutou cruzado. Houve muita reclamação dos paulistas porque o zagueiro Preto Costa estava caído e eles esperavam pelo “fair play” de Rodriguinho, que chegou a ser cercado pelos adversários.

O Bragantino se viu obrigado a se arriscar mais, tanto que o meia Diego Barbosa entrou no lugar do machucado Preto Costa. Neneca apareceu bem duas vezes, enquanto que na base da velocidade o América-MG também teve boas chances para ampliar. O time paulista pressionou nos últimos minutos e ainda reclamou de um pênalti, não marcado, quando Everton Luiz tocou a bola com o braço quase em cima da linha de gol.

O América-MG vai abrir a oitava rodada, na próxima terça, diante do Barueri, na Grande São Paulo. O Bragantino só vai jogar no próximo dia 30, um sábado, fora de casa contra o Atlético Paranaense.

Publicidade

FICHA TÉCNICA

AMÉRICA-MG 3 x 2 BRAGANTINO

AMÉRICA-MG – Neneca; Boiadeiro, Everton Luiz, Vinícius Simon e Pará; Dudu, Leandro Ferreira, Gilberto e Rodriguinho (Agenor); Fábio Júnior (Alessandro) e Bruno Meneghel (Thiaguinho). Técnico: Givanildo Oliveira.

BRAGANTINO – Alê; Valter, Caldeira e Preto Costa (Diego Barbosa); Victor Ferraz, Serginho, Éder, Fernando Gabriel (Lincom) e Léo Jaime (Moreno); Malaquias e Giancarlo. Técnico: Marcelo Veiga.

Publicidade

GOLS – Rodriguinho, aos 20, Léo Jaime, aos 31 e aos 43, e Boiadeiro, aos 38 minutos do primeiro tempo; Bruno Meneghel, aos 21 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Dudu, Gilberto, Boiadeiro, Pará, Neneca e Vinícius Simon (América-MG); Léo Jaime, Giancarlo, Serginho e Malaquias (Bragantino).

ÁRBITRO – André Luiz de Freitas Castro (GO).

RENDA – R$ 51.700,00.

Publicidade

PÚBLICO – 2.236 pagantes.

LOCAL – Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG).

Publicidade