Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Amaral é absolvido e pode reforçar o Goiás em 2012

A Série B já acabou há duas semanas, mas a competição ainda poderia causar problemas ao Goiás. O volante Amaral foi julgado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva apenas agora pela expulsão em 12 de novembro, diante do Bragantino, e, absolvido, poderá reforçar o Esmeraldino nas competições nacionais de 2012.

Expulso pelo árbitro Marcos Mateus Pereira aos 45 minutos do primeiro tempo da derrota para o Massa Bruta, Amaral foi incurso no artigo 254 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que prevê suspensão de duas a seis partidas por ‘praticar jogada violenta’.

‘Não vi falta em nenhum dos lances [de cartão amarelo], sendo que, à primeira vista, parece, a bola estava pingada, vem e o atleta tenta chutá-la, sem acertar o adversário [meia Romarinho]’, argumentou o advogado do Goiás, Carlos Portinho. ‘Se houve algo, foi um acidente normal de trabalho. Venho pedir, se não a absolvição, a advertência.’

Por sugestão do relator Felipe Bevilacquia, a mesa desclassificou, por maioria de votos, a nfração para o artigo 250 do CBJD, cuja pena mínima para quem ‘praticar ato desleal ou inconveniente’ é menor, de apenas um jogo – já cumprido automáticamente diante do Icasa.