Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Alonso volta a superar chuva e marca pole na Alemanha

Por AE

Hockenheim – Atual líder do campeonato, Fernando Alonso vai largar na frente do Grande Prêmio da Alemanha, neste domingo, na décima etapa da temporada 2012 de Fórmula 1. O piloto espanhol conseguiu a sua segunda pole position do ano, a segunda consecutiva, em meio a muita chuva, assim como já havia sido em Silverstone, há duas semanas.

Depois do Q1 acontecer sem grandes emoções, a chuva começou a cair forte no Circuito de Hockenheim já nos primeiros minutos do Q2. Só no finalzinho do Q3 é que ela deu uma leve aliviada. E Alonso soube se aproveitar bem disso, fazendo a sua volta mais rápida em 1min40s621, quatro décimos à frente de Sebastian Vettel, que largará na segunda posição.

Correndo em casa, o veterano Michael Schumacher marcou o quarto tempo, mas vai largar em terceiro, uma vez que Webber trocou a caixa de câmbio e perdeu cinco posições, caindo do terceiro para o oitavo lugar.

Entre os brasileiros, resultados ruins. Tanto Felipe Massa quando Bruno Senna não souberam aproveitar quando a chuva ainda não estava tão forte no início do Q2 para marcar suas melhores voltas e acabaram eliminados nesta etapa. Eles vão largar respectivamente na 14.ª e 15.ª posições.

O TREINO – Apenas a primeira parte do classificatório aconteceu com pista seca. Pela manhã, o treino livre havia sido sem chuva, com Fernando Alonso fazendo a volta mais rápida. Logo em seguida, porém, começou a precipitação, que durou poucos minutos, com o asfalto secando a tempo do início do Q1.

E nos primeiros 20 minutos, nenhuma novidade. Sobraram nas sete últimas posições os tradicionais carros de Marussia, Caterham e Hispania, além de Jean-Eric Vergne, da Toro Rosso. Michael Schumacher por pouco não sobrou, passando para o Q2 com o 17.º tempo, obtido apenas na última volta rápida dele.

Mal terminou o Q1 começou a chuva. E tão logo os boxes foram abertos, todos os 17 pilotos foram para a pista, em busca de uma boa volta antes que a água tomasse conta do asfalto. E, como previsto, depois de cerca de cinco minutos de Q2, ninguém mais conseguiu melhorar seus tempos.

Pior para os brasileiros Felipe Massa e Bruno Senna, Daniel Ricciardo, da Toro Rosso, Sergio Perez e Kamui Kobayashi, da Sauber, Romain Grosjean, da Lotus, e Nico Rosberg, da Mercedes, que não conseguiram ficar entre os 10 melhores.

A corrida no Circuito de Hockenheim será disputada na manhã deste domingo, às 9 horas (horário de Brasília).

Confira o grid de largada para o GP da Alemanha:

1.º – Fernando Alonso (ESP/Ferrari), 1min40s621

2.º – Sebastian Vettel (ALE/Red Bull), 1min41s026

3.º – Michael Schumacher (ALE/Mercedes), 1min42s459

4.º – Nico Hulkenberg (ALE/Force India), 1min43s501

5.º – Pastor Maldonado (VEN/Williams), 1min43s950

6.º – Jenson Button (ING/McLaren), 1min44s113

7.º – Lewis Hamilton (ING/McLaren), 1min44s186

8.º – Mark Webber (AUS/Red Bull), 1min41s496

9.º – Paul di Resta (ESC/Force India), 1min44s889

10.º – Kimi Raikkonen (FIN/Lotus), 1min45s811

11.º – Daniel Ricciardo (ITA/Toro Rosso), 1min39s789

12.º – Sergio Perez (MEX/Sauber), 1min39s933

13.º – Kamui Kobayashi (JAP/Sauber), 1min39s985

14.º – Felipe Massa (BRA/Ferrari), 1min40s212

15.º – Bruno Senna (BRA/Williams), 1min40s752

16.º – Jean-Eric Vergne (FRA/Toro Rosso), 1min16s741

17.º – Heikki Kovalainen (FIN/Caterham), 1min17s620

18.º – Vitaly Petrov (RUS/Caterham), 1min18s531

19.º – Romain Grosjean (FRA/Lotus), 1min40s574

20.º – Charles Pic (FRA/Marussia), 1min19s220

21.º – Timo Glock (ALE/Marussia), 1min19s291

22.º – Nico Rosberg (ING/Mercedes), 1min41s551

23.º – Pedro de la Rosa (ESP/Hispania), 1min19s912

24.º – Narain Karthikeyan (IND/Hispania), 1min20s230