Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Alonso vê Ferrari sem competitividade e cobra evolução

Por Da Redação 8 set 2011, 14h14

Por AE

Monza – Acostumada a brigar pelo título, a Ferrari está tendo uma temporada para esquecer em 2011. Com apenas uma vitória, de Fernando Alonso, em 12 provas, a equipe é a terceira no Mundial de Construtores, atrás de Red Bull e McLaren. Entre os pilotos, o espanhol é o terceiro, 102 pontos atrás do líder Sebastian Vettel – 259 a 157. Por isso, ele mesmo admite que o pensamento já está em 2012 e não vê a equipe competitiva nesta reta final do ano.

“Para este ano, queremos ganhar corridas, sem dúvidas, mas precisamos ser realistas. Conhecemos a situação, sabemos que não estamos competitivos e as evoluções no carro serão mínimas em relação aos outros carros. Por isso, devemos ficar mais ou menos na mesma. Dependerá de cada pista e do quanto nos adaptaremos, ou até da sorte nos fins de semana, para vencer”, declarou Alonso, nesta quinta-feira, em entrevista coletiva em Monza.

Por saber das limitações da Ferrari, o espanhol vê como principal objetivo para este final de temporada conquistar a vitória no GP da Itália, neste final de semana. A escuderia correrá diante de seus apaixonados torcedores e espera dar pelo menos essa alegria a eles, em um ano de resultados ruins.

“Há uma atmosfera especial, uma motivação diferente para o final de semana, começando pelos mecânicos, que terão as famílias na torcida. Todos daremos 100 por cento ao longo do final de semana. Aqui em Monza temos um cuidado especial em tudo que fazemos, para que tudo seja perfeito. Então com certeza faremos um esforço extra”, prometeu.

Se a temporada do espanhol é ruim, a de seu companheiro, Felipe Massa, é ainda pior. O brasileiro não conseguiu sequer um pódio em 12 provas e viu sua continuação na equipe ser colocada em dúvida por boa parte da imprensa europeia. Por isso, um bom desempenho na Itália, em frente aos torcedores, seria ainda mais importante para ele.

“Estar em um GP em casa é sempre especial. Ganhamos uma força extra das pessoas. Ganhei duas vezes no Brasil e a força da torcida ajuda, dá muito apoio e confiança. Aqui acontece o mesmo. Estar aqui e olhar para todos os torcedores de vermelho, nos empurrando, é muito, muito especial. Espero que tenhamos um bom final de semana”, disse Massa.

Continua após a publicidade
Publicidade