Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Alonso comemora liderança do Mundial após 3º lugar em Mônaco

Por Da Redação - 27 maio 2012, 13h24

Monte Carlo, 27 mai (EFE).- Terceiro colocado no Grande Prêmio de Mônaco de Fórmula 1, o espanhol Fernando Alonso (Ferrari) considerou que o mais importante da corrida deste domingo foi o fato de ter chegado à frente do alemão Sebastian Vettel (Red Bull) e o inglês Lewis Hamilton (McLaren), o que o permitiu continuar na liderança do Mundial.

Com os 15 pontos que somou em Monte Carlo, o companheiro de equipe do brasileiro Felipe Massa chegou a 76 no ano, três a mais que Vettel e que o australiano Mark Webber, também da Red Bull, que venceu a sexta prova da temporada e já em terceiro lugar no campeonato. Hamilton tem 63 e está em quarto.

‘O objetivo ao chegar a Mônaco era terminar na frente de Sebastian e Lewis, e conseguimos, portanto somos líderes na luta pelo campeonato’, resumiu Alonso.

‘O Mundial está sendo de surpresas corrida a corrida e é interessante ver o que vai acontecendo. Mas o importante é que foi uma semana especial, tanto para Massa quanto para mim. Saímos deste GP com um sinal positivo para a Ferrari. Em 2011, fui segundo colocado em Mônaco e agora, terceiro, continuo no pódio’, comentou.

Publicidade

Alonso destacou ainda que obteve um lugar entre os três primeiros por ter ganhado a posição de Hamilton nos boxes, principal alternativa em Mônaco, onde ultrapassar é praticamente impossível.

‘Fomos competitivos e havia dificuldades para administrar o tráfego. Pude ultrapassar Hamilton na parada nos boxes. Depois, veio um pouco de chuva, e a pista estava complicada, o que tornou fácil cometer algum erro. Por isso, era preciso estar muito atento’, analisou o espanhol, que agora quer aproveitar a liderança do Mundial até a próxima corrida, no dia 10 de junho, em Montreal.

‘Foi um fim de semana muito positivo. Agora quero da liderança do Mundial até que chegue a corrida no Canadá’, finalizou. EFE

Publicidade