Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Algoz de Nadal, Cuevas bate argentino e é campeão do Rio Open

Tenista uruguaio conquistou o primeiro ATP 500 de sua carreira em jogo que terminou de madrugada por causa da chuva

A terceira edição do Rio Open, marcada por muitas chuvas e surpresas em quadra, terminou já na madrugada desta segunda-feira com a consagração do uruguaio Pablo Cuevas. Algoz do favorito Rafael Nadal na semifinal, Cuevas conquistou o título no Jockey Club Brasileiro ao bater o argentino Guido Pella por 2 sets a 1, com parciais de 6/4, 6/7 (5/7) e 6/4, em 2 horas e 15 minutos de jogo.

Após a partida, Pablo Cuevas contou que ter vencido o espanhol Nadal, nove vezes campeão de Roland Garros, foi o momento mais especial de sua carreira. “Estou realmente muito contente, sobretudo pela maneira como o consegui meu primeiro título de ATP 500, ganhando do melhor jogador em saibro nas semifinais.”

“Fiz a melhor partida da minha carreira, sem dúvida”, afirmou Cuevas sobre a semifinal, vencida por 2 sets a 1, parciais de 6/7 (6/8), 7/6 (7/3) e 6/4, em 3 horas e meia de jogo. O uruguaio de 30 anos também valorizou seu adversário na decisão e lembrou que Pella eliminou favoritos como o americano John Isner e o austríaco Dominic Thiem ao longo da competição.

Leia também:

Brasileiro convidado do Rio Open surpreende e vence 9º do mundo

Rio Open: Nadal não teme zika vírus

A final deste domingo teve que ser paralisada por causa da chuva quando estava empata por 3 a 3 no primeiro set – o torneio teve jogos adiados pelo mesmo motivo em seis dos sete dias de competição. O problema é que desta vez a água caiu por 3 horas e 30 minutos e o retorno do jogo só ocorreu às 22h30. Muitos torcedores foram embora e a decisão só terminou no início da madrugada.

Cuevas conquistou o quarto título de sua carreira e o primeiro de nível ATP 500 – antes havia vencido os torneios de nível 250 de São Paulo (Brasil Open 2015), Umag, na Croácia, e Bastad, na Suíça, ambos em 2014. Com isso, o uruguaio subiu 18 posições no ranking da Associação dos Tenistas Profissionais (ATP) e agora é 27º colocado, em atualização divulgada nesta segunda-feira,

Duplas- Cabeças de chave número 2, os colombianos Juan Sebastián Cabal e Robert Farah conquistaram neste domingo o título da chave de duplas do Rio Open ao vencerem os espanhóis Pablo Carreño Busta e David Marrero por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/5) e 6/1.

Foi a segunda conquista da dupla sul-americana vence na capital fluminense – repetiram o feito de 2014, quando bateram o próprio Marrero e o brasileiro Marcelo Melo na decisão.

Após o triunfo, Cabal e Farah falaram da expectativa de voltarem ao Rio em agosto para a disputa dos Jogos Olímpicos. “Os Jogos são de nossas primeiras prioridades neste ano. É nosso sonho poder conquistar uma medalha, por isso estamos trabalhando muito forte, planejando nosso calendário para poder chegar num ótimo nível”, disse Farah .

Os brasileiros Marcelo Melo e Bruno Soares, que refizeram a parceria já visando os Jogos Olímpicos, caíram na semifinal para a dupla espanhola, com derrota por 2 sets a 1, com parciais de 6/2, 3/6 e 10 a 7 para Busta e Marrero no match tie-break.

(da redação)