Clique e assine a partir de 9,90/mês

Algoz de Bellucci, argentino Delbonis conquista Brasil Open

Depois de superar favoritos ao título, Federico Delbonis vence italiano Paolo Lorenzi por 2 sets a 1, em São Paulo, e conquista segundo título na carreira

Por Da Redação - 2 mar 2014, 19h59

O tenista argentino Federico Delbonis conquistou neste domingo o título do Brasil Open, no ginásio do Ibirapuera, em São Paulo. Algoz do brasileiro Thomaz Bellucci na semifinal de sábado, o tenista ganhou do italiano Paolo Lorenzi por 2 sets a 1, com parciais de 4/6, 6/3 e 6/4.

Essa foi a primeira participação de Delbonis na chave principal do torneio brasileiro e o tenista mostrou por que mereceu o título. O caminho para chegar à decisão foi dos mais complicados – venceu os favoritos italiano Filippo Volandri, os espanhóis Nicolás Almagro e Albert Montañes e o brasileiro Thomaz Bellucci. Entre 2010 e 2013, ele não tinha conseguido sequer passar da etapa de qualificação, que o credencia a disputar a chave principal da competição.

O argentino também disputou a sua segunda decisão na carreira. A primeira foi em julho de 2013, no ATP 500 de Hamburgo, na Alemanha. Na ocasião, foi superado por um compatriota de Lorenzi, o italiano Fabio Fognini, e ficou com o vice-campeonato. Na competição, no entanto, ficou marcado por eliminar o suíço Roger Federer na semifinal e entrar de vez para o ranking dos 100 melhores tenistas do mundo.

Com o título em São Paulo, Delbonis alcançará agora o melhor ranking da sua carreira. Na lista que será atualizada nesta segunda-feira, ele irá ganhar 16 posições, passando do 61º para o 45º lugar. Vice-campeão neste domingo, Lorenzi também dará um salto importante na lista da ATP, saindo da 114ª colocação para a 100ª.

Continua após a publicidade

Torneio de duplas – Com um pouco de sorte e uma dose de competência, o espanhol Guillermo García-Lopez e o austríaco Philipp Oswald conquistaram o título da chave de duplas no Brasil Open. Responsáveis pela eliminação do brasileiro Bruno Soares, eles superaram os colombianos Juan Sebastian Cabal e Robert Farah na final deste domingo, por 5/7, 6/4 e 15/13, e foram campeões.

(Com Estadão Conteúdo)

Publicidade