Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Alex Alves, ex-atacante do Palmeiras, morre aos 37 anos

Jogador sofria de leucemia. Começou no Vitória e fez sucesso em MG e SP

Alex Alves foi vice-campeão brasileiro em duas temporadas. Também brigou pela artilharia do campeonato em 1999

O ex-atacante Alex Alves, que defendeu clubes como Palmeiras, Cruzeiro e Vasco, morreu na manhã desta quarta-feira, no Hospital Amaral Carvalho, em Jaú, no interior de São Paulo, em decorrência de leucemia. Ele tinha 37 anos. O ex-jogador foi submetido a um transplante de medula, mas o tratamento não funcionou. A morte do ex-atleta foi confirmada pela assessoria de imprensa do hospital, especializado no tratamento de câncer. De acordo com a instituição, a família do ex-atacante não quer se manifestar sobre o assunto e pediu para que os detalhes não fossem revelados. O próprio ex-jogador, enquanto esteve internado, ordenou que seus boletins médicos não fossem divulgados. Não há informações sobre o velório e o sepultamento.

Jogador veloz e habilidoso, Alex Alves era famoso por comemorar os gols com golpes de capoeira. Começou sua carreira profissional no Vitória, no início da década de 1990, e foi vice-campeão brasileiro com a equipe baiana em 1993, perdendo a decisão para o Palmeiras. No ano seguinte, ele foi para a equipe paulista, que defendeu até 1996. Naquele ano, foi para a Portuguesa – e, pelo clube, conseguiu outra vez chegar à decisão do Brasileirão. Em 1998, Alex chegou ao Cruzeiro, onde talvez tenha vivido a melhor fase na carreira, inclusive brigando pela artilharia do Campeonato Brasileiro em 1999 (no vídeo abaixo, gols desse período). De lá ele se transferiu para o Hertha Berlim, da Alemanha, mas não se firmou. Voltou ao Brasil e começou a rodar por diversos clubes, como Atlético-MG, Vasco, Vitória e Fortaleza, até deixar o futebol profissional.

(Com Estadão Conteúdo)