Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Alessandro liga alerta contra Riquelme: É hora de fazer mais

O Corinthians trouxe da Argentina um empate por 1 a 1 diante do Boca Juniors, em La Bombonera, mas o lateral direito Alessandro diagnosticou alguns problemas que não podem voltar a ocorrer no Pacaembu, nesta quarta-feira, às 21h50 (de Brasília), na segunda partida da final da Copa Libertadores. O principal deles tem a ver com o maestro xeneize: Juan Román Riquelme.

Alessandro admitiu que o camisa 10 do time argentino teve maior facilidade para trabalhar a bola no segundo tempo do duelo em Buenos Aires, quando o Boca Juniors teve bom volume de jogo, abriu o placar e quase saiu de campo com a vitória. Orientado pelo técnico Tite, o lateral corintiano liga o alerta para que isso não se repita na capital paulista.

‘Conversamos sim, porque o Riquelme teve volume no meu setor no segundo tempo, mas é natural que isso aconteça com um jogador da qualidade dele. Vamos trazer dificuldade também contra eles, porque temos jogadores com essas características. São dois times que vêm de campanhas maravilhosas e fizeram muito para chegar aqui. Agora é hora de fazer mais’, discursou Alessandro, que pode ser o capitão do Timão no confronto de volta da final da Libertadores.Depois do empate na Argentina, o Corinthians entrará em campo com a mesma formação e a mesma filosofia de jogo. A escalação, já confirmada por Tite, será a seguinte: Cássio; Alessandro, Chicão, Leandro Castán e Fábio Santos; Ralf, Paulinho e Alex; Jorge Henrique, Emerson e Danilo.

‘Não posso dizer muita coisa nesse momento, é tentar fazer. As palavras não ajudam muito, tem que colocar em prática amanhã. A preparação foi boa, conseguimos nos recuperar bem e trabalhamos para fazer o nosso melhor. Agora onfiamos muito na torcida e ela na gente. É momento de poucas palavras e mais futebol’, encerrou o ala, confiante no primeiro título continental da história do Timão.