Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Alemanha goleia estreante Gibraltar – mas só por 4 a 0

Campeões do mundo se recuperam nas Eliminatórias para a Euro com vitória fácil sobre seleção recém-formada - que aproveitou para zombar do Brasil

Há dois dias, o goleiro da recém-formada seleção de Gibraltar, Jordan Perez, afirmou que sua meta na partida desta sexta-feira diante da campeã mundial Alemanha era levar menos de sete gols. “Abaixo de sete ficarei satisfeito, porque poderemos dizer que somos melhores que o Brasil”, brincou o atleta, em alusão à derrota brasileira na semifinal da Copa do Mundo. Perez, que se divide entre as funções de goleiro e bombeiro, nem chegou a entrar em campo – foi reserva de Jamie Robba – mas deixou o Estádio Grundig, em Nuremberg, feliz com a atuação de sua equipe. Em jogo válido pelas Eliminatórias da Eurocopa de 2016, a Alemanha goleou Gibraltar por “apenas” 4 a 0. Os gols de Thomas Müller (duas vezes), Mario Götze e Yogan Santos (contra) aliviaram os campeões mundiais, que vinham mal na competição. Agora, a seleção tetracampeã divide a segunda posição do Grupo D com a Irlanda, ambos com sete pontos, atrás da líder Polônia, que tem dez.

Leia também:

Suárez, excluído do Bola de Ouro: ‘Dói, mas terá revanche’

Em dia de folga, seleção passeia por Istambul; só 5 treinam

Fifa errou ao inocentar Catar, ataca o autor da investigação

​Problemas aceleram renovação do Brasil – e Dunga festeja

A expectativa da torcida alemã em Nuremberg era de ver mais uma goleada impiedosa, devido à fragilidade da equipe adversária. Gibraltar, um território britânico localizado no sul da Península Ibérica, filiou sua seleção à UEFA recentemente e, com isso, ganhou o direito de disputar as Eliminatórias pela primeira vez. O país de apenas 30.000 habitantes, não teve a mínima chance contra os campeões do mundo, mas também não passou vergonha. Thomas Müller marcou o primeiro aos 11 minutos,após falha da zaga adversária. Aos 29, ele mesmo ampliou, ao aproveitar cruzamento de Podolski. Autor do gol do título no Maracanã, Mario Götze marcou o terceiro tocando com categoria na saída de Robba. Na etapa final, apenas mais um gol, contra, de Santos. A Alemanha jogou os minutos finais em ritmo de treino e irritou a torcida, que chegou a vaiar o time.

Na partida que inaugurou a rodada desta chave, a Polônia também conseguiu uma goleada por 4 a 0, diante da Geórgia, em Tibilisi. Glik, Krychowiak, Mila e Milik fizeram os gols do líder do Grupo D. A Irlanda perdeu por 1 a 0 para a Escócia e despediçou a chance de seguir na frente da Alemanha. Já Gibraltar é o último colocado, com quatro derrotas em quatro jogos, 21 gols sofridos e nenhum anotado.

Cristiano Ronaldo em partida contra a Armênia, em Algarve Cristiano Ronaldo em partida contra a Armênia, em Algarve

Cristiano Ronaldo em partida contra a Armênia, em Algarve (/)

Portugal – Cristiano Ronaldo segue salvando a seleção portuguesa. Nesta sexta-feira, o craque do Real Madrid fez o gol da vitória por 1 a 0 sobre a Armênia, em Algarve. Esta foi a segunda vitória de Portugal pelo Grupo I e a segunda conquistada graças ao melhor jogador do mundo. Em outubro, o craque marcou aos 50 minutos do segundo tempo para garantir o 1 a 0 sobre a Dinamarca, em Copenhague.

Nesta sexta, Cristiano Ronaldo deu nove chutes a gol, mas só conseguiu marcar aos 26 minutos do segundo tempo, em falha da zaga. Voskanyan tinha tudo para cortar bola na zaga, mas ficou esperando o goleiro sair. Nani roubou dele e deu para Ronaldo fazer quase embaixo das traves.

Com a vitória, Portugal foi a seis pontos, no segundo lugar da chave. A Dinamarca manteve a liderança ao vencer a Sérvia, em Belgrado, por 3 a 1, com dois gols de Bendtner. Com um jogo a mais que os rivais, a seleção dinamarquesa tem sete pontos. A Albânia vem em terceiro, com quatro, enquanto Sérvia e Armênia somam um ponto cada uma. Já classificada para a Eurocopa por ser a anfitriã, a França integra extraoficialmente o Grupo I, mas seus jogos são considerados amistosos e não valem para a pontuação. Nesta sexta, os franceses só empataram em casa com a Albânia, por 1 a 1, em Rennes. Mavraj fez de cabeça aos 40 minutos do primeiro tempo, em desatenção da zaga. Griezmann, só conseguiu empatar a 17 minutos do fim da partida, em jogada individual. Com duas vitórias e dois empates, a França lideraria o grupo com oito pontos.

(Com Gazeta Press e Estadão Conteúdo)