Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Alemanha ‘flamenguista’ joga mal, mas bate o Chile: 1 a 0

Europeus estrearam nova camisa com uma vitória magra sobre sul-americanos

Por Da Redação 5 mar 2014, 19h18

No último jogo das duas seleções antes da convocação dos jogadores para a Copa – e na estreia do segundo uniforme da seleção tricampeã mundial, insipirado na camisa do Flamengo – a Alemanha venceu o Chile por 1 a 0, nesta quarta-feira, mas deixou o gramado da Mercedes-Benz Arena, em Stuttgart, sob vaias. Com alguns desfalques, como o zagueiro Mats Hummels e o atacante Thomas Müller, a equipe da casa até conseguiu uma vitória magra, mas não jogou bem, foi dominada pelo adversário em alguns momentos e deixou o torcedor irritado a 99 dias do começo do Mundial. Os alemães estão no Grupo G da Copa do Mundo, ao lado de Portugal, Gana e Estados Unidos. Os chilenos tentarão surpreender no Grupo B, ao lado de Espanha, Holanda e Austrália.

Leia também:

Com 3 de Neymar, seleção goleia com facilidade na África

Com Messi apagado e ajuda do juiz, Argentina só empata

Titular da equipe tricampeã mundial, o atacante Miroslav Klose entrou em campo sonhando em se tornar o maior artilheiro da história de sua seleção, mas se manteve com 68 gols, mesmo número do ídolo Gerd Müller. Coube a Götze marcar o único gol da partida, que não demorou a acontecer. Aos 15 minutos do primeiro tempo, Özil limpou a marcação e tocou para o jovem craque do Bayern de Munique, que, com espaço, ajeitou o corpo e bateu no canto. O Chile, que deixou boa impressão, teve o volante Charles Aránguiz, que defende o Internacional, entre os titulares, além do atacante Eduardo Vargas, ex-Grêmio. Já González, do Flamengo, Valdivia, do Palmeiras, e Mena, do Santos, ficaram no banco. Só Mena não teve chance de entrar.

(Com agência EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade