Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Alemanha e Espanha terão desfalques nos próximos jogos

As duas seleções perderam nomes de peso por causa de lesões e apostam em novidades para reencontrar o bom futebol nas Eliminatórias da Eurocopa-2016

Os técnicos da Alemanha, Joachim Löw, e da Espanha, Vicente Del Bosque, divulgaram nesta sexta-feira as listas de convocados das suas seleções para os próximos jogos das Eliminatórias da Eurocopa de 2016. O número de desfalques para as duas equipes é grande: a seleção alemã não terá os campeões mundiais Mesut Ozil (Arsenal), Mats Hummels (Borussia Dortmund), Bastian Schweinsteiger (Bayern de Munique) e Julian Draxler (Schalke 04), todos com problemas físicos. Já a Espanha perde, também por lesão, Diego Costa (Chelsea), Andrés Iniesta (Barcelona) e David Silva (Manchester City).

Leia também:

Filme da Alemanha campeã mostra Müller usando vestido

Cristiano Ronaldo: ‘Quero ser o melhor da história’

Não é só o torcedor: até técnicos são acusados de racismo

Depois de conquistar o título mundial em julho, no Brasil, a seleção alemã não conseguiu manter o forte ritmo imposto na Copa – e muito disso se deve à série de lesões sofridas pelos jogadores alemães. A seleção teve resultados ruins nos jogos do segundo semestre de 2014: perdeu para a Argentina e para a Polônia, empatou com a Irlanda e conquistou uma vitória magra sobre a Escócia, por 2 a 1. Tentando mudar esse quadro, o técnico Joachim Löw chamou alguns jogadores que não vinham atuando pela equipe nos últimos meses, casos do atacante Marco Reus (Borussia Dortmund) e do volante Sami Khedira (Real Madrid). A Alemanha enfrenta Gibraltar, no dia 14 de novembro, pelas Eliminatórias da Eurocopa e a Espanha, quatro dias depois, em amistoso.

Desde a Copa, a seleção espanhola, que protagonizou um vexame no torneio, pretendia se reorganizar e retomar o futebol campeão do mundo em 2010, mas não vem cumprindo com o prometido. Em quatro jogos, foram duas vitórias contra times sem tradição (5 a 1 contra a Macedônia e 4 a 0 sobre Luxemburgo) e duas derrotas, para França (1 a 0) e Eslováquia (2 a 1). Os desfalques de David Silva, Diego Costa e Andrés Iniesta podem ser um obstáculo considerável para o técnico Vicente Del Bosque nos jogos deste mês. O brasileiro naturalizado espanhol até teria condições de jogo, mas foi poupado para descansar e se recuperar totalmente dos problemas físicos que tem sentido. Para os jogos da semana que vem – dia 15, contra a Bielorrúsia, pelas Eliminatórias, e dia 18, no amistoso com a Alemanha -, Del Bosque aposta em algumas novidades, como José Maria Callejón (Napoli), Manoel “Nolito” Agudo (Celta de Vigo) e Ignacio Camacho (Málaga).

(Com Estadão e Gazeta Press)