Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Alemanha defende Jogos Olímpicos menores e mais modestos

Para ministro do Interior do país, redimensionar o evento esportivo vai permitir que mais países possam sediá-lo

Por Da Redação 1 fev 2014, 10h37

O ministro do Interior da Alemanha, Thomas de Maizière, responsável pela área de esportes no governo de seu país, defendeu neste sábado a ideia de tornar os Jogos Olímpicos “menores e modestos” para permitir que mais países possam sediá-los. Em entrevista ao jornal Süddeutsche Zeituntg, o ministro, que representará o governo alemão nos Jogos de Inverno de Sochi, respaldou os planos do presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), o também alemão Thomas Bach, de abrir um debate sobre a necessidade de redimensionar o evento esportivo.

O presidente alemão, Joachim Gauck, decidiu não viajar a Sochi para expressar sua rejeição às violações aos direitos humanos e a repressão dos opositores na Rússia. Além dele, a chanceler Angela Merkel, que jamais esteve presente a uma edição de Jogos Olímpicos, também confirmou que não irá à cidade russa.

Leia também:

Orçamento da Olimpíada sobe a 7 bilhões de reais, diz comitê Rio 2016

Novo chefe do COI faz apelo por ‘Jogos limpos’ em Sochi

Presidente do COI diz que o Rio ‘precisa se transformar’

(Com EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade