Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Além de Montillo, argentinos do Inter são chamados por Sabella

A seleção da Argentina demonstrou que não quer repetir o fraco jogo da última quarta-feira contra o Brasil, válido pelo Superclássico das Américas. Depois do empate por 0 a 0 em casa, o técnico Alejandro Sabella confirmou uma convocação ‘brasileira’ ao chamar os meias Walter Montillo, do Cruzeiro, e Mario Bolatti, Pablo Guiñazu e Andrés D’Alessandro, do Internacional.

Após a partida realizada em Córdoba na última semana, Sabella polemizou ao afirmar que convocaria os jogadores que atuam nas equipes brasileiras, desfazendo assim o acordo verbal entre as duas seleções, de convocar apenas jogadores de sua liga doméstica.

O regulamento da competição, no entanto, não torna obrigatória a situação: ‘somente jogadores que atuam em clubes profissionais de futebol no Brasil e na Argentina podem ser convocados para as suas respectivas seleções’, o que dá margem para a dupla interpretação.

Uma vitória pelo placar mínimo já dá o título do Superclássico das Américas ao vencedor. Um novo empate por qualquer marcador manda o jogo para os pênaltis.

Confira a convocação da Argentina para o Superclássico:

Goleiros: Marcelo Barovero (Vélez Sarsfield), Agustín Orión (Boca Juniors) e Esteban Andrada (Lanús).

Zagueiros: Sebastián Domínguez (Vélez Sarsfield), Emiliano Papa (Vélez Sarsfield), Cristian Cellay (Estudiantes de La Plata), Leandro Desábato (Estudiantes de La Plata), Germán Ré (Estudiantes de La Plata), Ivan Pillud (Racing Club), Clemente Rodríguez (Boca Juniors) e Jonathan Botinelli (San Lorenzo).

Meias: Augusto Fernández (Vélez Sarsfield), Héctor Canteros (Vélez Sarsfield), Agustín Pelletieri (Racing Club), Cristian Chávez (Boca Juniors), Pablo Guiñazú (Internacional), Mario Bolatti (Internacional), Andrés D’Alessandro (Internacional) e Walter Montillo (Cruzeiro).

Atacantes: Gabriel Hauche (Racing Club), Pablo Mouche (Boca Juniors), Lucas Viatri (Boca Juniors) e Emanuel Gigliotti (San Lorenzo).