Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Alecsandro quer recuperação do Vasco em ‘jogo-chave’

Por Leonardo Maia

Rio – Mesmo com apenas uma partida disputada na Libertadores deste ano, o Vasco já tem um confronto decisivo pela competição continental. Sem nenhum ponto na tabela, após a derrota em casa para o Nacional do Uruguai na estreia, a equipe volta a atuar em São Januário diante do Alianza Lima, nesta terça-feira, às 21h45. Como fará três das últimas quatro partidas da fase de grupos longe de seus domínios, o time carioca só pensa na vitória contra os peruanos.

“Para chegar longe na Libertadores é preciso vencer em casa. Nós começamos um pouco atrás porque perdemos aqui (em São Januário). Então, este jogo é muito decisivo”, comentou o atacante Alecsandro. “É um jogo-chave, com uma vitória para dar moral e para entrar novamente na competição. Não podemos mais cometer erros”, completou.

Alecsandro, aliás, é a principal esperança de gol do Vasco. O jogador, que já marcou dez vezes na temporada, ganhou ainda mais responsabilidade com a lesão do equatoriano Carlos Tenorio, que deve ficar afastado por seis meses.

Apesar da lesão do atacante, o técnico Cristóvão Borges ganhou um reforço para o setor ofensivo: Eder Luis, que fez sua estreia na temporada diante do Olaria, no último sábado, após se recuperar de uma lesão no pé direito. “O Eder chega em boa hora porque a Libertadores é nossa prioridade e precisamos de todos”, afirmou Alecsandro.

O treinador vascaíno comemorou o retorno e admitiu a necessidade de conseguir uma vitória imediata na competição continental. “Estamos vivendo sob pressão há algum tempo. O jogo é decisivo, já que perdemos a primeira partida. Mas a necessidade de ganhar é constante”, comentou.