Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Alê Montrimas: ‘Há abusos sexuais em todos os esportes do Brasil’

Ex-goleiro dá palestras de prevenção e conscientização sobre o problema e revela como ocorrem os abusos sexuais e psicológicos a jovens atletas

Por Da redação - Atualizado em 4 maio 2018, 11h44 - Publicado em 4 maio 2018, 10h52

O ex-goleiro Alexandre Montrimas, com passagens por Portuguesa, Bragantino e clubes de Portugal, participou nesta quinta-feira do programa Estúdio VEJA, no qual falou sobre os abusos sexuais e psicológicos contra jovens atletas, algo que, segundo ele, é muito mais constante do que se imagina. “Acontece em todos os esportes do Brasil. As crianças que estão treinando, muitas vezes longe dos pais, estão vulneráveis.”

Autor do livro Futebol, Sonho ou Ilusão, Montrimas é palestrante e realiza campanhas, com o apoio do Sindicato dos Atletas de São Paulo, de prevenção e conscientização sobre o assunto. “O mais importante é mostrar aos jovens o que caracteriza abuso, porque a maioria deles não sabe, acha que aquilo é uma brincadeira, algo normal.”  Ele explica que os abusos não ocorrem de forma violenta.”Não é algo forçado, não é um estupro, há uma sedução. Acontece pelo sonho dos meninos de ser jogador e o poder que os abusadores têm de influenciar nisso.”

O ex-jogador diz que não apenas treinadores, como no recente caso de Fernando de Carvalho Lopes da ginástica, mas também diretores, empresários e olheiros estão entre os “predadores”. “Eu os chamo assim porque na natureza o predador nunca ataca o mais forte, ele detecta a presa mais fácil.” Montrimas diz ainda que os pais de atletas devem estar sempre atentos aos passos dos filhos. “A melhor prevenção é a família estar perto, mesmo que longe fisicamente.” Confira, abaixo, a entrevista completa:

Publicidade