Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Alarme de incêndio dispara e assusta alemães na Vila Olímpica

Comitê Rio-2016 trabalha com as hipóteses de falha técnica ou mesmo o acionamento por causa de fumaça de cigarro

Por Da redação Atualizado em 30 jul 2016, 16h50 - Publicado em 30 jul 2016, 16h37

A delegação da Alemanha acordou na madrugada deste sábado com um alarme falso de incêndio em alguns andares do prédio da equipe na Vila Olímpica, no Rio de Janeiro. Atletas acordaram e deixaram o prédio assustados, mas a situação foi contornada sem grandes consequências.

Moritz Füste, do hóquei sobre a grama e porta-bandeira do país, usou as redes sociais para relatar o que aconteceu. “Alarme de incêndio às 3h30 no prédio da Alemanha. Vamos ver quem dorme agora. Por sorte, um alarme falso”, escreveu.

LEIA TAMBÉM:
Rio-2016: princípio de incêndio assusta delegação da Austrália

O Comitê Rio-2016 procura as razões para o alarme ter disparado. O órgão nega que os testes tenham sido agendados. Ulrike Spitz, chefe de comunicação da delegação, afirmou, em tom irritado, que os testes “passaram dos limites”. O Comitê trabalha com as hipóteses de falha técnica ou mesmo o acionamento por causa de fumaça de cigarro. Uma reunião na tarde deste sábado vai apontar as causas.

Na sexta-feira, a delegação australiana foi obrigada a evacuar seu prédio por causa de um princípio de incêndio. Os australianos exigiram a presença de bombeiros em cada andar para que voltassem aos apartamentos, condição que foi atendida pelos organizadores. No caso australiano, os alarmes dispararam por causa de fumaça de um princípio de incêndio em caixas de papelão no subsolo do edifício.

(com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade