Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Al Hilal dificulta acerto com Fla e Thiago Neves fica ‘livre’ no mercado

O Al Hilal, da Arábia Saudita, está dificultando a permanência do meia Thiago Neves no Flamengo. O clube carioca tinha até a última quinta-feira para exercer sua prioridade de compra, mas as partes não chegaram a um acordo e o atleta já está sendo oferecido a outros clubes, inclusive brasileiros.

O empresário Léo Rabello, que cuida dos interesses do armador, diz que a intenção dele é permanecer no Rubro-negro, apesar de algumas sondagens terem sido feitas. O Fluminense, clube que Thiago Neves já defendeu, chegou a demonstrar interesse, mas recuou devido aos altos valores pedidos pelos árabes.O atleta tem seus direitos econômicos ligados ao Flamengo (10%) e ao Al Hilal (90%). Conforme acordado há um ano, os cariocas precisavam desembolsar R$ 18 milhões para ficarem com o jogador. O clube da Gávea decidiu exercer o direito de compra em maio, quando se propôs a efetuar o pagamento em duas parcelas. Depois, porém, enviou uma proposta prevendo a quitação do valor em dois anos, sendo que os dirigentes do Al Hilal querem receber o montante em apenas um.

Com o fim da prioridade flamenguista, os árabes estão abertos a propostas. Léo Rabello, no entanto, assegura que nenhum clube do Brasil tem condições de atender as exigências e diz que a vontade do jogador vai prevalecer, apesar das dificuldades.

‘O Thiago quer ficar no Flamengo e tem um pré-contrato assinado, com tudo definido, mas os árabes estão irredutíveis. Eles querem receber em um prazo curtíssimo, o que torna mais difícil. E agora ainda apareceu um boliviano oferencendo o jogador a outros clubes. Deve ser um pilantra’, disse o agente, em entrevista à Rádio Brasil.