Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ainda sem vencer em 2012, Raikkonen descarta falta de sorte

Campeão de Fórmula 1 em 2007, Kimi Raikkonen ainda não triunfou desde que retornou a principal categoria do automobilismo mundial. Pilotando pela Lotus desde o início desta temporada, o finlandês chegou ao pódio em quatro oportunidades, sendo a última delas no Grande Prêmio da Alemanha, onde foi terceiro colocado. A falta de vitórias, no entanto, não é considerada como falta de sorte por Raikkonen.

‘Sorte não tem nada a ver com isso. Se algo der errado, é porque fizemos algo errado. Se alguma coisa quebra, isso significa que, em algum lugar, cometemos um equívoco’, afirmou. ‘Normalmente, é erro humano. É a mesma coisa que eu cometer um erro com o carro. Isso não é azar, e sim um erro meu. Isso é corrida’, completou.

Quarto colocado no Mundial desta temporada, com 98 pontos, 56 a menos que o líder Fernando Alonso, Raikkonen elogiou o trabalho que sua equipe tem feito ao longo deste ano. Apesar de reconhecer que alguns resultados poderiam ter sido melhores, o finlandês destacou que algumas decisões são difíceis de serem tomadas.

‘Poderíamos estar melhor, mas também poderia ser pior. É sempre fácil dizer que deveríamos ganhar ou ter desempenho melhor em algumas corridas, mas quando é necessário tomar decisões, tentamos fazer o melhor possível. Às vezes funciona, às vezes não. É preciso aprender com os erros’, explicou.

Por último, o piloto europeu reconheceu que a Lotus precisa evoluir em alguns aspectos, mas afirmou que isso já era previsto e que tentará melhorar seu rendimento na segunda metade do Mundial desta temporada.

‘Sabemos que temos que melhorar em certas coisas. Ainda não estamos 100% satisfeitos com o desempenho nos finais de semana, mas isso já era esperado’, disse. ‘Aprendi muito com a primeira parte da temporada. Espero que possamos melhorar, tentaremos conseguir mais coisas no segundo semestre. Não sei se acontecerá ou não, mas vamos ver’, encerrou.