Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Ainda contra a degola, Azulão recebe o Náutico, que pode concretizar o acesso

Por Da Redação 12 nov 2011, 06h34

A torcida do Náutico vibrou como título a vitória sobre o Grêmio-SP na última terça-feira, no estádio dos Aflitos. O problema é que, matematicamente, a equipe ainda não se garantiu na elite no futebol brasileiro em 2012 e precisa de uma vitória sobre o São Caetano neste sábado, às 17 horas (de Brasília), pela 36rodada do Brasileirão, no Anacleto Campanella, para confirmar o acesso.

Com 62 pontos e ocupando a vice-liderança da Série B, atrás apenas da líder e campeã Portuguesa, o Timbu busca selar a boa campanha, em que obteve 17 vitórias, 11 empates e sete derrotas, e poder soltar o grito da garganta para iniciar o planejamento de 2012.

Quem ainda não tem condições de se preparar para a próxima temporada é o São Caetano, que ainda não está a salvo do rebaixamento. Depois de uma sequência de dez partidas sem perder, a equipe encontrou sua segunda derrota seguida na última terça, quando foi batida pelo Goiás.

Na 15colocação com 44 pontos ganhos, apenas dois à frente do ASA-AL, que é o primeiro na zona da degola, o São Caetano está correndo como o diabo da cruz da última ‘vaga’ na Série C de 2012, pois Duque de Caxias, Salgueiro e Vila Nova já estão rebaixados.

Os jogadores do Azulão querem acreditar que as duas derrotas já fazem parte do passado, e é necessária uma mobilização em torno da reação. Quem levanta essa bola é o zagueiro Preto Costa, que cumpriu suspensão na última rodada e retorna ao time diante do Náutico.

‘O grupo esta consciente das dificuldades que vamos encontrar na partida contra o Náutico, mas não podemos de forma alguma deixar escapar os três pontos dentro de casa’, disse o jogador, que foi fundamental na reação da equipe no segundo turno do Brasileirão da Série B.

Com o retorno de Preto Costa, Domingos retorna ao banco de reservas, o que deve ser a única alteração no time do técnico Márcio Araújo, que também crê em uma situação tranquila na Série B em caso de vitória sobre o Timbu.

Do lado do time do técnico Waldemar Lemos, que já discute a renovação do contrato para 2012, o último treino de preparação programado para a manhã desta sexta-feira no CT da Portuguesa foi trocado por um trabalho físico leve na academia do hotel e uma conversa demorada sobre as armas do São Caetano.

Essa calmaria foi apenas um dia depois de treinos puxados ainda no Recife, uma tentativa do comandante de rechaçar um possível comodismo nas últimas rodadas da competição. O zagueiro Ronaldo Alves, que participou dessa atividade, acabou cortado da relação por conta da fratura no nariz.

‘Ainda não concretizamos nossa classificação. Depois do último jogo, comemoramos. Aqui não tem espaço para comodismo, os atletas querem vencer e vamos atrás da vitória contra um difícil adversário que é o São Caetano’, afirmou Waldemar, que manterá a escalação das últimas rodadas.

Continua após a publicidade

FICHA TÉCNICA

SÃO CAETANO X NÁUTICO

Local: estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul (SP)

Data: 12 de novembro de 2011, sábado

Horário: 16h20 (de Brasília)

Árbitro: Evandro Rogério Roman (PR)

Assistentes: Ivan Carlos Bohn e José Carlos Dias Passos (ambos do PR)

SÃO CAETANO: Luiz; Artur, Preto Costa, Eli Sabiá e Bruno Recife; Augusto Recife, Ricardo Conceição, Souza e Ailton; Antônio Flávio e Kléber

Técnico: Márcio Araújo

NÁUTICO: Gideão; Peter, Diego Bispo, Marlon e Aírton; Elicarlos, Everton, Derley e Eduardo Ramos; Rogério e Kieza

Técnico: Waldemar Lemos

Continua após a publicidade
Publicidade