Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ainda com dores, Rogério desfalca o São Paulo contra o Atlético-MG

O ídolo são-paulino de 42 anos sofreu uma lesão no tornozelo direito no final de outubro, mas deve voltar ao time contra o Corinthians

O São Paulo mais uma vez não terá Rogério Ceni em campo na reta final do Campeonato Brasileiro. O goleiro, que se aposenta no final da temporada, não irá enfrentar o Atlético-MG na quinta-feira, no Morumbi, pois ainda sente dores no pé direito por causa da ruptura do tendão tíbio-fibular no tornozelo direito sofrida na partida de volta da semifinal da Copa do Brasil, contra o Santos, na Vila Belmiro, no final de outubro. Seu retorno ainda não tem prazo definido, mas o departamento médico do clube prevê que a volta pode acontecer contra o rival Corinthians, no próximo domingo, no Itaquerão.

Fora diante do Atlético-MG, o ídolo são-paulino terá então três jogos oficiais para fazer até sua aposentadoria dos gramados. Além do Corinthians, Ceni deve jogar pela última vez no Morumbi, em uma partida oficial, contra o Figueirense, e o jogo derradeiro de sua carreira seria contra o Goiás, no Serra Dourada, pela última rodada do Brasileirão.

Leia também:

São Paulo quer ajuda de Abílio Diniz, Justus e Zezé di Camargo para ter fundo de R$ 100 milhões

Técnico Osorio compara Pato a Robben, Ribéry e Di María

Despedida – O São Paulo, no entanto, decidiu fazer um amistoso de despedida em 11 de dezembro, no Morumbi, para homenagear Rogério e sacramentar a trajetória vitoriosa de um dos maiores jogadores da história do clube, que tem no currículo mais de 1200 partidas, em 25 anos, e o título de maior goleiro-artilheiro da história, com 129 gols anotados. No jogo comemorativo, estarão de um lado os jogadores campeões do Mundial Interclubes pelo São Paulo, em 1992 e 1993, e do outro estarão Rogério e o elenco campeão do mesmo torneio em 2005, contra o Liverpool.

(Com Estadão Conteúdo)