Clique e assine a partir de 8,90/mês

Agora comentarista, Romário provoca argentinos no Pan

Por Da Redação - 18 out 2011, 16h29

Por Alessandro Lucchetti

Guadalajara – Em entrevista coletiva nesta terça-feira, no Centro de Imprensa do Pan, o ex-jogador e hoje deputado federal Romário, que trabalhará como comentarista de futebol da TV Record durante os Jogos de Guadalajara, fez uma graça com a imprensa argentina. Indagado se é possível comparar Messi com Pelé, ele disse que não. “Não se pode dizer que está na história do futebol um jogador que ainda não ganhou uma Copa do Mundo pelo seu país. Primeiro, ele tem que tentar ser um Maradona. Depois, um Romário. E depois, Pelé”, afirmou.

Ele também falou sobre a mais recente polêmica entre brasileiros e argentinos no futebol. Na última segunda-feira, Pelé disse que iria mandar um vídeo sobre a sua carreira para Messi, ao comentar o fato de que o astro do Barcelona revelou recentemente nunca ter visto Pelé jogar e que considera Maradona o melhor jogador de todos os tempos. Romário recomendou que Messi veja o tal vídeo de Pelé. “Se vir, vai aprender muito”, avisou.

Depois, num tom mais sério, Romário deu sua explicação sobre a diferença de rendimento que Messi apresenta entre os jogos do Barcelona e os da seleção argentina. “Quando eu jogava na seleção brasileira, assim como o Pelé ou o Ronaldo, assim como o Maradona na Argentina, os outros jogadores jogavam para nós, porque nós fazíamos a diferença. E estou convicto de que isso não acontece agora com o Messi. Cada um tenta fazer o melhor que pode e não joga para ele”, avaliou o agora comentarista de futebol.

Continua após a publicidade
Publicidade