Clique e assine a partir de 9,90/mês

“Agenda do futebol desgasta Neymar”, afirma assessor

Eduardo Musa defende o atacante e diz que compromissos são reduzidos

Por Da Redação - 30 Mar 2013, 16h18

O extracampo que cansa Neymar são as concentrações, seguidas viagens de avião, espera em aeroportos, entrevistas, além da maratona de jogos, do Santos e da seleção brasileira, e não os compromissos comerciais com patrocinadores, festas, badalações e participações em inúmeros programas de televisão. Essa é opinião de Eduardo Musa, um dos responsáveis pelo gerenciamento da carreira do principal jogador do futebol brasileiro na atualidade.

Leia também:

Jornal afirma que Neymar tem pré-contrato com Barça

Presidente do Barcelona elogia Neymar: ‘Ele é diferente’

Continua após a publicidade

Santos e Neymar – ou vende agora ou renova ate 2018

Além do contrato com o Santos, que termina em julho de 2014, logo após a Copa do Mundo, Neymar tem outros vinte compromissos, dos quais onze são de publicidade e os demais apenas como parceria. Segundo Eduardo Musa, a agenda do jogador é casada com a programação a que ele se submete no Santos. E seus compromissos fora do futebol são reduzidos, se comparados aos anos anteriores.

Leia também:

Pelé critica Neymar – vaidoso, imaturo e ‘viciado’ em faltas

Continua após a publicidade

Neymar e 9ine: negócios de 30 milhões de reais

A última sexta-feira foi de folga para os jogadores que atuaram contra do Mogi Mirim, na quinta, mas Neymar, por iniciativa própria, foi ao CT Rei Pelé fazer trabalho regenerativo no Centro de Recuperação (CEPRAF). O jogador está incomodado com as suas apresentações apagadas na seleção brasileira e no Santos. “É natural para quem jogou em alto nível em 100% das partidas durante três anos seguidos”, disse Musa. “O importante é que a cabeça dele está muito boa”.

Acompanhe VEJA Esporte no Facebook

Siga VEJA Esporte no Twitter

Continua após a publicidade

A equipe de Neymar confirma que há um canal de negociação aberto com o Santos para discutir a possível antecipação de renovação contratual. O assunto é tratado pelo pai do jogador, Neymar da Silva Santos, e o presidente em exercício do Santos, Odílio Rodrigues, designado pelo Comitê Gestor. Mas o pai do jogador já garantiu à imprensa espanhola que Neymar jogará na Europa em 2014.

(Com Estadão Conteúdo)

Publicidade