Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Heroico, Vasco sente baque da Libertadores, mas não olha para trás

O Vasco atuou fora de casa neste sábado e conseguiu uma importante vitória sobre a Portuguesa por 1 a 0, gol marcado por Alecsandro. A equipe havia sido eliminada da Copa Libertadores na última quarta-feira, com uma derrota pelo mesmo placar diante do Corinthians, que se classificou para as semifinais do torneio continental. Agora focado no Brasileiro, o técnico Cristóvão Borges enalteceu a luta dos ‘heróis’ do Vasco em busca de reação na temporada 201

O comandante do cruz-maltino reconheceu o abatimento geral do grupo e também e atuação inferior ao time paulista neste sábado, mas fez questão de garantir que não se pode mais olhar para trás. A motivação é repetir a campanha do Brasileirão de 2011, mas dessa vez de olho no título e não no vice-campeonato.

‘O desejo era pensar para frente e passar deste jogo de hoje com uma vitória. Agora a gente não olha para trás’, discursou o treinador, tranquilizando a torcida vascaína. ‘Era um momento delicadom difícil, porque apostávamos muito na Libertadores. Fomos eliminados de uma forma que sabíamos que podíamos passar. A equipe é madura, mas venceu a Portuguesa mesmo dentro dessa rotina desgastante. Os jogadores são heróis’, elogiou.

Eliminado da Libertadores, o Vasco assumiu a liderança provisória do Campeonato Brasileiro, com duas partidas, diante de Grêmio e Portuguesa e duas vitórias. O próximo compromisso será apenas no dia 6 de junho, pela terceira rodada do torneio nacional. O adversário é o Náutico, dentro de São Januário.

‘Hoje o importante era vencer. Queríamos ter jogado melhor, mas os três pontos são importantes, dão moral para o Campeonato Brasileiro, que é nosso objetivo agora. Todo time grande depois de uma eliminação precisa de postura, saber o quanto vai sentir. Sentimos, doeu, mas transformamos isso em vitória contra um grande adversário’, disse o meio-campista Carlos Alberto, que mais uma vez entrou em campo neste sábado, em nome do grupo.