Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

â€Eles vão pagar se não houver corridaâ€, diz Ecclestone sobre Bahrein

A realização do GP do Bahrein continua em xeque, embora a data já esteja marcada no calendário da Fórmula 1 para o dia 22 de abril e o dinheiro referente à taxa da prova depositado na Formula One Management (FOM). Bernie Ecclestone afirmou que mesmo se a prova for cancelada, o valor da taxa não será devolvido ao país. As informações são do jornal britânico The Telegraph.

Ecclestone é um dos defensores da realização da prova no país do Oriente Médio, apesar da crise política, responsável por diversas manifestações, que causam insegurança para os participantes da Fórmula 1. A corrida no GP do Bahrein foi cancelada no ano passado e a indecisão sobre uma nova anulação segue desde o início do ano.

Para aumentar ainda mais a polêmica que envolve a questão, o dirigente máximo da categoria afirmou que não haverá devolução do dinheiro em caso de cancelamento. ‘Eles vão pagar se não houver corrida’, declarou Ecclestone ao jornal. ‘O dinheiro já está no banco, então não vamos porque nós já recebemos o pagamento’, acrescentou o dirigente, explicando que o realização da corrida não depende de fatores financeiros.

‘Temos um contrato com eles e estamos respeitando o contrato. E eu não acredito que as pessoas de lá correriam risco se eles pensam que há um risco de cancelamento’, encerrou Ecclestone, mais uma vez se colocando a favor da realização da corrida.