Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Adriano tem carteira apreendida em blitz da Lei Seca

Jogador, que está no Rio de Janeiro para fazer um tratamento, se recusou a fazer teste do bafômetro e pode perder direito de dirigir por um ano

O atacante Adriano teve a carteira de motorista apreendida, na madrugada desta quarta-feira, durante uma blitz da Operação Lei Seca, na Avenida das Américas, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio. O comandante da operação, major Marco Andrade, informou que foi obrigado a retirar habilitação do ‘Imperador’ depois que ele se recusou a fazer o teste do bafômetro.

A decisão do jogador também lhe custará R$ 957,70 e a perda de sete pontos na carteira, sanções destinadas àqueles que são presos dirigindo alcoolizados. A carteira de Adriano ficará preventivamente apreendida por cinco dias. Mas ele será julgado pelo Detran e poderá ficar impedido de dirigir durante um ano. Depois de preencher o protocolo de apreensão da carteira, Adriano foi liberado e foi embora com um amigo que conduziu o carro do jogador.

O ex-atacante do Flamengo, atualmente defende o Roma, da Itália, e está no Rio se recuperando de uma cirurgia no ombro. Adriano foi liberado pelo time italiano para ficar no Brasil até o final de fevereiro. Em 2008, quando jogava pela Inter de Milão, o jogador também passou uma temporada no país, fazendo um tratamento.

Técnico ironiza – Treinador da Roma, o argentino Claudio Ranieri ironizou a viagem de Adriano ao Rio. Perguntado sobre o regresso do craque à Europa nas próximas duas semanas, respondeu: “Isso acontecerá se não o virmos em cima de um carro alegórico”.