Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Adriano leva 18 garotas de programa para motel, diz jornal

Atacante teria levado 60.000 reais em dinheiro e um grupo de pagode para curtir a farra na madrugada na última sexta-feira

Sem perspectivas de voltar aos gramados, o atacante Adriano não se cansa de causar confusão no Rio de Janeiro. Uma semana depois de ter seu carro apreendido em uma blitz da Lei Seca, o jogador de 33 anos realizou uma festa com 18 garotas de programa e um grupo de pagode em um motel no Leblon, de acordo com informações do diário Extra desta quinta-feira.

Leia também:

Parado em blitz, atacante Adriano tem carro apreendido

Adriano tenta de novo: agora pode ir para o Guaratinguetá

Adriano pensa em jogar Série B da Itália: “Por que não?”

Justiça rejeita denúncia do MP contra jogador Adriano

Segundo a publicação, Adriano e um famoso grupo musical foram até uma casa de prostituição em Copacabana e recrutaram 18 mulheres para a animada festa. O ex-jogador da seleção brasileira teria levado 60.000 reais em espécie para bancar a farra que varou a madrugada – e a cada 4.000 reais gastos ele fechava a conta e abria outra, como garantia de que pagaria todas as despesas.

Adriano está sem time desde que saiu do Atlético Paranaense, em abril de 2014. Ele esteve perto de acertar seu retorno aos gramados no início deste ano, mas a negociação com o Le Havre, da segunda divisão do futebol francês, não teve sequência e o clube desistiu do acerto. Adriano também estaria negociando com o Guaratinguetá, clube da série A2 do Campeonato Paulista e da terceira divisão do Campeonato Brasileiro.

(Da redação)