Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Acostumado com o 3-5-2, Felipe busca adaptação para ter chance no Timão

Por Da Redação 3 fev 2012, 08h50

Depois de quase um mês de trabalho, o zagueiro Felipe teve seu primeiro teste com a camisa do Corinthians nessa quinta-feira. O jogo-treino contra o time sub-23 do Flamengo de Guarulhos foi a primeira atividade do defensor utilizando o campo inteiro – como não estava regularizado, ele não participava dos coletivos. As dificuldades foram visíveis, mas o ex-jogador do Bragantino promete melhorar.

‘Eu ainda estou um pouco preso, mas aos poucos a gente se solta’, avisou o atleta revelado pelo União de Mogi. ‘No Bragantino, eu só jogava no 3-5-2. Com dois zagueiros, é mais posicionamento. Com três, é mais caça. Tenho que me adaptar ainda’, apontou.

Na atividade contra os garotos do time de Guarulhos, Felipe compôs a dupla defensiva com o jovem Marquinhos, campeão da Copa São Paulo Júnior no fim de janeiro. O desentrosamento entre os dois ficou nítido em alguns momentos, principalmente quando o argentino Ariel, revelação do Sport Club Corinthians Santa Fé, avançava em velocidade pela esquerda do ataque rubro-negro.

‘Em alguns momentos, eu até pedi para o Marquinhos falar comigo para acertar. Acho que são dificuldades normais de início de temporada’, acrescentou o atleta, que tem esperanças de integrar a lista de 25 inscritos para a primeira fase da Libertadores.

‘Quando aparecer a chance, tenho que aproveitar’, disse, ciente de que, além de Marquinhos, é a única opção para o caso de ocorrer algum problema com os atuais titulares, Leandro Castán e Chicão. Paulo André, que operou o joelho direito, vai demorar cerca de 40 dias para voltar aos trabalhos e já sabe que provavelmente perderá metade da fase inicial da competição sul-americana. Já Wallace, que se recupera de uma fratura no nariz, ainda aguarda a chegada de uma máscara especial para voltar a trabalhar com os colegas em campo.

Continua após a publicidade
Publicidade