Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Acidente no Itaquerão: operário sofre queda de 15 metros

Ele trabalhava na montagem de arquibancadas provisórias da abertura da Copa

Um operário sofreu um acidente nas obras do Itaquerão, em São Paulo, neste sábado. De acordo com o Corpo de Bombeiros, ele caiu de uma altura de cerca de 15 metros e foi levado a um hospital próximo do novo estádio do Corinthians. O palco da abertura da Copa do Mundo, em 12 de junho, já teve outro acidente grave, com a queda de um guindaste que matou dois trabalhadores, em dezembro. A obra é uma das principais preocupações da Fifa para o Mundial no país – afinal, a reforma está atrasada e, pelo estádio ser o local da abertura, os requisitos e a complexidade dos preparativos são ainda maiores. Os bombeiros informaram que estado de saúde do operário, que não teve seu nome divulgado, é grave. Depois do acidente de 2013, a Fifa lamentou o fato de o Corinthians ter ficado “sem margem de erro” para a conclusão da obra.

Leia também:

Valcke contradiz Blatter – e impasse no Itaquerão continua

Valcke chega para ‘último round’ da batalha da Copa-2014

Novos gastos elevam o custo da Copa para quase R$ 10 bi

O operário que sofreu a queda trabalha para a WDS, subcontratada pela Fast Engenharia, responsável pela montagem das arquibancadas móveis necessárias para o Itaquerão receber a abertura. De acordo com a Odebrecht, responsável pela construção do estádio, ele usava todos os equipamentos de segurança no momento em que se acidentou. Uma ambulância da própria Odebrecht levou o funcionário ao hospital. A Fast, que foi contratada pela Ambev para montar as arquibancadas complementares, disse não ter mais informações sobre o ocorrido. O setor de cadeiras temporárias custará 38 milhões de reais e terá 21.000 lugares, que serão removidos depos da Copa. A instalação das cadeiras começou no mês passado e não havia grande preocupação com o prazo – acreditava-se que o tempo era suficiente para concluir os trabalhos.