Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Aberto do Brasil vem para SP – sem trazer grandes nomes

Torneio era realizado na Costa do Sauípe, na Bahia, havia 11 anos; mudanças, porém, não devem atrair os tenistas mais consagrados, como Djokovic e Nadal

Em sua mais recente edição, neste ano, o Aberto do Brasil atraiu apenas cinco dos cinquenta melhores colocados do ranking da ATP

O governo do estado de São Paulo anunciou na manhã desta quarta-feira que a capital paulista será sede do Aberto do Brasil em 2012. O principal torneio de tênis do país foi realizado na Costa do Sauípe, na Bahia, nos últimos onze anos. Na mudança para São Paulo, o evento acontecerá no ginásio do Ibirapuera, entre os dias 11 e 19 de fevereiro. Apesar do entusiasmo do governador Geraldo Alckmin no anúncio do evento – ele afirmou que “São Paulo é a capital mundial do tênis” -, os fãs paulistanos da modalidade devem conter a empolgação. Afinal, o torneio deverá continuar acontecendo sem a participação dos principais tenistas do circuito mundial.

Em sua mais recente edição, neste ano, o Aberto do Brasil atraiu apenas cinco dos cinquenta melhores colocados do ranking da ATP. O campeão foi o espanhol Nicolás Almagro, apenas 13º do ranking – nada de Novak Djokovic, Rafael Nadal ou Roger Federer. Mesmo com a transferência para São Paulo, cidade mais rica e populosa do país, a competição não deve atrair os jogadores mais conhecidos do público. “Estamos fazendo um estudo para realizar outros eventos de tênis no Brasil. Mas ainda estamos no começo desse projeto”, disse José Benedito Fernandes, Secretário de Esportes, Lazer e Turismo, ao comentar as expectativas para o futuro do torneio. Investimento – Com o anuncio desta quarta, São Paulo passa a ser sede dos três maiores eventos de tênis do Brasil: o challenger do Parque Villa-Lobos, disputado em janeiro, o torneio da ATP, a cada mês de fevereiro, e o Challenger Finals, que será disputado pela primeira vez em novembro, com os sete melhores jogadores de nível Challenger do mundo mais um convidado local, que deve ser Thomaz Bellucci. O Aberto do Brasil será o único dos três torneios disputados em piso de saibro com quadras cobertas. De acordo com o secretário Fernandes, o governo investirá cerca de 1,8 milhões de reais no Aberto do Brasil em 2012. A competição contará ainda com o apoio da prefeitura de São Paulo e patrocinadores. “A realização do torneio é uma grande conquista. São Paulo dará toda a infraestrutura necessária para o evento”, disse Alckmin, que comemorou o fato de a capital do estado sediar outros grandes eventos esportivos, como a Fórmula 1 e a Fórmula Indy. “São Paulo vai se consolidando no calendário do esporte mundial.” Além de políticos à procura de uma chance de se aproximar do governador, participaram do anúncio, no Palácio dos Bandeirantes, o presidente da Koch Tavares, Luis Felipe Tavares, o presidente da Confederação Brasileira de Tênis, Jorge Lacerda, e o presidente da Procter & Gamble, Tarek Farahat. A Koch vai organizar o torneio e a Procter é a principal patrocinadora do evento.