Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

ABC-RN e ASA-AL ficam no empate e mantêm distância apertada para degola

Tanto o ABC-RN quanto o ASA-AL saíram do Frasqueirão sem comemorar. Ambos queriam os três pontos para se afastarem da zona de rebaixamento, mas fizeram uma partida bastante equilibrada, que terminou em 1 a 1. O time alagoano saiu à frente com Gustavo e os anfitriões empataram após chute rasteiro de Jerson. As duas equipes ainda tiveram um jogador expulso para cada lado.

Com a igualdade, pouca coisa mudou na tabela da Série B. O ABC chegou a 43 pontos, um a mais que o ASA. Os dois times mantiveram a distância para a zona de rebaixamento, já que o Icasa, primeiro time na degola, também empatou sua partida e foi a 40 pontos.

O jogo – Dispostos a se afastar da zona de rebaixamento, ABC e ASA buscaram o gol desde os primeiros minutos de partida. Aos sete, Raul tocou para Alexsandro, que driblou o goleiro Camilo, mas perdeu o ângulo e viu a zaga potiguar chegar para afastar o perigo. Os anfitriões responderam em seguida com uma bomba de Jerson, que obrigou Tuttia espalmar para escanteio.

O jogo prosseguiu durante todo o primeiro tempo com boas chances para ambos os lados, mas, empurrado pela torcida, o ABC conseguiu ser mais incisivo em alguns lances. Primeiro com Pio, que aproveitou rebote e fuzilou para grande defesa do goleiro. O lateral ainda foi protagonista de jogada polêmica.

Aos 19 minutos, Francismar derrubou Pio dentro da área, mas o árbitro baiano Diego Pombo Lopez mandou seguir, causando revolta nos jogadores do ABC e na torcida no Frasqueirão.

Antes do intervalo, o ASA ensaiou uma melhora com tentativas de Francismar, Marielson e Di Fábio, mas a falta de pontaria prejudicou o time alagoano.

O ABC voltou para a etapa final querendo ditar o ritmo do jogo e o time chegou a exercer uma pressão nos minutos iniciais. Bileu arriscou de fora da área, sem sucesso. Lins também tentou, mas foi parado com falta por Di Fábio.

Insatisfeito com a partida da sua equipe, o técnico Vica promoveu a primeira substituição do duelo, ao tirar Francismar e colocar Gustavo. E o treinador mostrou estrela, porque no minuto seguinte o atacante triangulou com Raul e Marielson e chutou. Camilo espalmou e no rebote Gustavo teve a segunda oportunidade e não desperdiçou, mandando para o fundo da rede.

A sorte parecia estar com o ASA, já que o ABC ainda teve o meia Cascata expulso por simular pênalti. Mas só parecia. Aos 33 minutos, Jerson chutou rasteiro e contou com um desvio da zaga alagoana para empatar o jogo. Logo depois, os times voltaram a ficar iguais também no número de jogadores. Chiquinho Baiano fez falta e recebeu o cartão vermelho.

No final, o ASA ainda teve chance de pular à frente no placar novamente, mais uma vez com Gustavo. Mas, livre de marcação, o atacante chutou fraco, para defesa tranquila de Camilo.