Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

A uma semana da estreia, o Brasil é 3º no ranking da Fifa

A seleção de Felipão só está atrás de Espanha e Alemanha na classificação

Ranking da Fifa

1. Espanha, 1485 pontos

2. Alemanha, 1300

3. Brasil, 1242 (+1 posição)

4. Portugal, 1189 (-1)

5. Argentina, 1175 (+2)

6. Suíça, 1149 (+2)

7. Uruguai, 1147 (-1)

8. Colômbia, 1137 (-3)

9. Itália, 1104

10. Inglaterra, 1090 (+1)

11. Bélgica, 1074 (+1)

12. Grécia, 1064 (-2)

13. EUA, 1035 (+1)

14. Chile, 1026 (-1)

15. Holanda, 981

16. Ucrânia, 915 (+1)

17. França, 913 (-1)

18. Croácia, 903 (+2)

19. Rússia, 893 (-1)

20. México, 882 (-1)

Depois de amargar algumas posições vexatórias nos últimos anos – chegou a ser 22º colocado -, o Brasil chegará à Copa do Mundo com uma colocação mais honrosa no ranking da Fifa. Na última atualização da lista antes do início do torneio, dentro de exatamente uma semana, a seleção do técnico Luiz Felipe Scolari aparece em terceiro lugar, subindo uma posição em relação ao ranking anterior. Os dados divulgados nesta quinta-feira levam em conta 112 jogos desde a última atualização. Como o ranking da Fifa dá mais peso aos resultados mais recentes, o retrospecto ruim da era Mano Menezes vai gradualmente perdendo importância no cálculo dos pontos do Brasil, que vem embalado – o time ganhou quinze dos últimos dezesseis jogos.

Leia também:

Neymar incendeia o time e dá show na goleada da seleção

‘Nós, atletas, não somos do governo’, afirma craque Neymar

Em Goiânia, um público quieto. Até Neymar entrar em ação

Felipão ‘dá um desconto’ por inatividade, mas cobrará mais

Já virou rotina: atrás da seleção, o cordão dos oportunistas

O Brasil ultrapassou Portugal e agora fica atrás apenas de Espanha e Alemanha, duas fortes candidatas ao título na Copa. Argentina, Suíça e Inglaterra também subiram na nova atualização do ranking. Levando em conta as colocações e pontuações dos times classificados ao Mundial, os grupos D (Uruguai, Itália, Inglaterra e Costa Rica) e G (Alemanha, Gana, Portugal e Estados Unidos) são os mais fortes. A chave que reúne uruguaios, italianos e ingleses é a única com três equipes entre as dez melhores. Já o Grupo H (Bélgica, Argélia, Rússia e Coreia do Sul) é o único com nenhuma seleção no “top 10”. Entre os adversários do Brasil na primeira fase, a rival da estreia, a Croácia, é a melhor colocada, na 18ª posição; o México é o 20º e Camarões, só o 56º colocado.