Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

A reação de técnicos e jogadores sobre os grupos da Copa

Por Da Redação 6 dez 2013, 16h26

“O nosso grupo é o mais difícil. Vamos suar. Se chegarmos bem preparados, tenho certeza de que faremos um grande torneio.”

Cesare Prandelli, técnico da Itália, sobre enfrentar Inglaterra e Uruguai

“Agora sabemos contra quem jogaremos, onde jogaremos, e podemos nos preparar. Teremos de nos acostumar às temperaturas altas e à umidade. No entanto, as temperaturas serão as mesmas para os rivais e por isso não há muito que reclamar.”

Joachim Löw, técnico da Alemanha, que vai enfrentar Portugal, Gana e Estados Unidos na primeira fase

“Ei, Cristiano (Ronaldo), Pepe e (Fábio) Coentrão: estou feliz por ver vocês no Brasil”

Mesut Özil, meia da Alemanha, sobre enfrentar Portugal pelo grupo G

“Já sabemos os adversários, agora é trabalhar para poder ter a chance de representar nosso país na Copa do Mundo!”

David Luiz, zagueiro do Brasil, em seu perfill no Twitter, sobre enfrentar Camarões, México e Croácia na primeira fase

“Nos quatro primeiros grupos estão as melhores seleções do mundo – como Brasil, Espanha, Holanda, Itália, Inglaterra e Ururguai. Mas o Brasil é favorito ao título.”

Continua após a publicidade

Niko Kovac, técnico da Croácia, que faz o jogo de abertura da Copa contra o Brasil no Itaquerão

“Não foi nada mal, tivemos sorte. Uma coisa muito boa é que não jogaremos no norte do Brasil. O grupo da Itália é muito difícil, e essa é uma situação absurda. É inacreditável que uma seleção que venceu quatro títulos mundiais tenha sido colocada nesta posição. Não é justo.”

Fabio Capello, técnico da Rússia

“É um grupo equilibrado, com a Alemanha sendo favorita, pelo seu potencial e pela sua história. Mas nossa ambição não depende do grupo, queremos chegar às oitavas. Agora, vamos escolher o local onde ficar, sabendo que a viagem para Manaus é muito longa. Temos algum tempo entre o primeiro e o segundo jogos, em Salvador e Brasília, respectivamente. Queremos que os jogadores fiquem confortáveis.”

Paulo Bento, técnico de Portugal

“Sabíamos que íamos encontrar um favorito e nos sobrou a Alemanha. Temos tido bons desempenhos contra equipes mais fortes e esse primeiro jogo é logo o mais importante. Temos de ganhar, de passar a fase de grupos, porque depois tudo pode acontecer.”

Luís Figo, ex-jogador da seleção portuguesa

“Este grupo é louco! Não podia ser mais difícil. Tinha um pressentimento que íamos enfrentar a Alemanha e é um dos grupos mais difíceis do Mundial. Tem Portugal, tem Cristiano Ronaldo e toda a história de Gana contra os Estados Unidos.”

Jurgen Klinsmann, treinador dos Estados Unidos

“Vai ser bom enfrentar a Alemanha e os Estados Unidos, que vencemos nas oitavas de final da Copa de 2010. Somos uma equipe melhor do que na África do Sul e tenho certeza que vamos ter algumas surpresas neste grupo.”

James Kwesi Appiah, treinador da seleção de Gana

Continua após a publicidade

Publicidade