Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

A emoção de bater um recorde mundial longevo

A venezuelana Yulimar Rojas, de 25 anos, superou uma marca de 1995

Por Fábio Altman Atualizado em 1 ago 2021, 18h10 - Publicado em 1 ago 2021, 18h09

Os recordes mundiais do atletismo são celebrados com euforia e comoção nos estádios olímpicos. É uma pena a vastidão silenciosa ter acompanhado um dos feitos mais espetaculares dos Jogos de Tóquio. A atleta venezuelana Yulimar Rojas, de 25 anos, que fora prata no Rio, em 2016, no salto triplo, desta vez ganhou o ouro, superou a marca olímpica e, de quebra, atingiu a maior distância da história. Ela superou uma marca mundial estabelecida há 26 anos, em 17 centímetros. Cravou em sua última tentativa 15m67. Virou a página da ucraniana Inessa Kravets, que fizera 15m50 em 1995.

  • Venezuela's Yulimar Rojas competes in the women's triple jump final during the Tokyo 2020 Olympic Games at the Olympic Stadium in Tokyo on August 1, 2021. (Photo by Andrej ISAKOVIC / AFP)
    O voo de Yulimar Rojas Andrej ISAKOVIC/AFP

    O desempenho foi coisa de cinema. Logo no primeiro salto, ele conseguiu bater om recorde olímpico, com 14m40 – onze centímetros a mais do que Françoise Mbango, de Camarões, campeã em Pequim, em 2008. E então, no sexto e derradeiro salto, veio o olimpo. “Saio de Tóquio pela porta da frente, agradecida por esse momento único”, disse a atleta. Em Caracas, houve festa nas ruas. “Quando acordei de manha, imaginei que poderia ser um grande dia”, resumiu Yulimar.

    A conquista faz lembrar os mais longevos recordes mundiais individuais do atletismo:

    800 metros, de 26 de julho de 1983

    Jarmila Kratochvilova (República Checa)

    1m53s28

    400 metros, de 6 de outubro de 1985

    Marita Koch (Alemanha Oriental)

    47s60

    Arremesso de peso, 7 de junho de 1987

    Natalya Lisovskaya (URSS)

    22m63

    Salto em altura, 30 de agosto de 1987

    Stefka Kostadinova (Bulgária)

    2m09

    Continua após a publicidade

    Salto em distância, 11 de junho de 1988

    Galina Chistyakova (URSS)

    7m52

    Lançamento de disco, 9 de julho de 1988

    Gabriele Reinsch (Alemanha Oriental)

    76m89

    100 metros, 16 de julho de 1988

    Florence Griffith Joyner (Estados Unidos)

    10s49

    Heptatlo, 24 de setembro de 1988

    Jackie Joyner-Kersee (Estados Unidos)

    7 291 pontos

    200 metros, 29 de setembro de 1988

    Florence Griffith Joyner (Estados Unidos)

    21s34

    Continua após a publicidade
    Publicidade