Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

A briga pelas 17 vagas restantes na Copa do Mundo

Com 15 seleções já garantidas, a disputa por um lugar no Catar entra em sua reta final; veja quem ainda pode se classificar e quem está fora

Por Da Redação 2 fev 2022, 14h57

Mais uma rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022 se encerrou, e agora 15 seleções já têm lugar garantido na competição que acontecerá em novembro e dezembro deste ano, no Catar. Mas como está a briga pelas 17 vagas restantes ao redor do planeta? Confira abaixo a situação de cada continente.

Na América do Sul, faltando duas rodadas para o fim das Eliminatórias Sul-Americanas, Brasil e Argentina já estão garantidos. O Equador está quase lá: pelo menos o quinto lugar, que dá vaga na repescagem, já é uma certeza, e basta mais uma vitória para assegurar a classificação direta. As outras duas vagas estão em disputa por Uruguai, Peru, Chile e Colômbia, sendo que o Uruguai ainda tem dois confrontos diretos, contra Peru e Chile. A Bolívia ainda tem chances matemáticas, mas realisticamente está fora. Paraguai e Venezuela já estão eliminados.

Nas Américas Central e do Norte, como ainda faltam quatro rodadas no octogonal da Concacaf, nenhum time ainda se garantiu matematicamente. Mas Canadá, Estados Unidos, México e Panamá desgarraram do resto, e são os favoritos às quatro vagas. A Costa Rica é quem tem chances realistas de desbancar um dos quatro – provavelmente o Panamá, que ainda vai precisar enfrentar as três seleções acima dele. El Salvador e Jamaica têm possibilidades matemáticas, mas é uma missão quase impossível. Honduras já está fora.

Já na Europa, dez seleções já se classificaram à Copa na fase anterior porque foram as vencedoras de seus grupos. Agora, 12 times (os dez segundos colocados e mais dois vindos da Liga das Nações) disputarão três “minitorneios”, com quatro times cada, para definir as três vagas restantes. No torneio A, as semifinais são País de Gales x Áustria e Escócia x Ucrânia; no B, o vencedor de Rússia x Polônia pega quem passar de Suécia x República Tcheca; e no C, tem Portugal x Turquia de um lado e Itália x Macedônia do Norte do outro. Todos os duelos serão em jogo único, com as semifinais disputadas em 24 de março, e as finais em 29 de março.

As cinco vagas das Eliminatórias da África serão definidas pelos dez times que venceram seus grupos na fase anterior. Serão cinco confrontos de ida e volta, que também serão disputados na data-Fifa do final de março: Egito x Senegal, Camarões x Argélia, Gana x Nigéria, Congo x Marrocos e Mali x Tunísia. Quem passar está na Copa.

A atual fase das Eliminatórias da Ásia tem dois grupos de seis, sendo que os dois primeiros de cada se classificam para a Copa, e os dois terceiros jogam um playoff para definir a vaga na repescagem. No grupo A, Irã e Coreia do Sul já se garantiram; os Emirados Árabes são os favoritos ao terceiro lugar, enquanto Líbano e Iraque correm por fora. A Síria já está eliminada. No grupo B, Arábia Saudita, Japão e Austrália disputam as duas vagas diretas e a vaga no playoff. Omã, China e Vietnã estão fora. Faltam duas rodadas, e a Austrália tem dois confrontos diretos, contra Japão e Arábia Saudita, em março. O Catar se classificou automaticamente por ser o país-sede.

Por fim, as Eliminatórias da Oceania foram adiadas por causa da pandemia de Covid-19 e ainda nem começaram. Elas serão disputadas no próprio Catar, como um torneio de tiro curto entre 17 e 30 de março. São dois grupos de quatro times cada, sendo que os dois primeiros avançam para fazer as semifinais. O vencedor da final ganha uma vaga na repescagem. O grupo A tem Ilhas Salomão, Taiti, Vanuatu e Ilhas Cook; o grupo B conta com a favorita Nova Zelândia, Nova Caledônia, Fiji e Papua Nova Guiné.

As duas últimas vagas na Copa do Mundo serão definidas em junho, em dois jogos únicos a serem disputados no Catar: o vencedor do playoff entre os dois terceiros colocados dos grupos da Ásia vai enfrentar o quinto colocado da América do Sul, enquanto o quarto colocado da Concacaf vai jogar contra o campeão das Eliminatórias da Oceania.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)