Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

7 a 1 a favor: Brasil desencanta e goleia o Haiti

Seleção aproveitou fragilidade do adversário e conquistou a sua primeira vitória na Copa América Centenário. Destaque do jogo em Orlando, Philippe Coutinho marcou três

Quase dois anos depois da fatídica semifinal da Copa do Mundo contra a Alemanha, outro jogo da seleção terminou com o placar de 7 a 1. Desta vez, no entanto, foram os brasileiros que levaram a melhor. Aproveitando a fragilidade do adversário, o Brasil jogou bem e atropelou o Haiti na noite desta quarta-feira, em Orlando, nos Estados Unidos. Foi a primeira vitória da equipe na Copa América Centenário, depois do insosso empate na estreia diante do Equador.

Em uma partida em que o Brasil atacou constantemente, Philippe Coutinho se destacou pelos três gols marcados – o meia do Liverpool abriu e fechou o placar em dois belos chutes. Renato Augusto, duas vezes, Gabigol e Lucas Lima completaram a goleada. Num rebote de Alisson, o meia Marcelin anotou o muito comemorado gol de honra do Haiti, marcado quando o jogo já estava 5 a 0.

Com 4 pontos no Grupo B, o Brasil enfrenta o Peru no próximo domingo para definir sua classificação. Com duas derrotas, o Haiti já está eliminado.

LEIA TAMBÉM:

Brasil joga mal e empata sem gols com o Equador

Neymar troca camisa com Curry em partida da NBA

O jogo – Apesar da enorme diferença técnica entre as duas seleções, o Brasil teve méritos na goleada. A equipe comandada por Dunga arriscou tabelas, investiu em jogadas pelas laterais e sempre buscou o ataque.

Phillipe Coutinho marcou o primeiro ao avançar pela intermediária e acertar um chute forte de fora da área. Pouco depois, Jonas recebeu na pequena área e foi generoso: rolou para Coutinho anotar, sem goleiro, o segundo. A fragilidade do empolgado Haiti ficou evidente no lance do 3 a 0. Depois de uma boa defesa, o goleiro Placide repôs a bola nos pés de Daniel Alves, que cruzou para Renato Augusto fazer de cabeça.

Apagado apesar da goleada, Jonas saiu no intervalo para a entrada de Gabigol. Em boa fase, o atacante santista mostrou estrela e marcou o seu aos 13 minutos, depois de receber em velocidade e tocar no canto. De cabeça, Lucas Lima – que havia entrado no lugar de Casemiro – fez o quinto.

Aos 24 minutos, o Haiti descontou. Alisson deu rebote em chute defensável de Nazon e Marcelin balançou as redes, para a festa da barulhenta torcida do Haiti, em grande número nas arquibancadas do Citrus Bowl.

Mesmo com o ritmo da partida diminuindo, o Brasil fez mais dois. Renato Augusto ampliou em jogada individual aos 40 minutos e, já nos acréscimos, Philippe Coutinho acertou outro bonito chute de longe e decretou o 7 a 1.

(Da redação)