Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Whitney: resultado da autópsia sai em até seis semanas

Previsão é otimista. Nos casos das mortes de Michael Jackson e Amy Winehouse, por exemplo, resultado levou cerca de três meses para ficar pronto

A autópsia no corpo da cantora Whitney Houston será feita neste domingo, de acordo com o site do jornal Los Angeles Times. No entanto, os resultados dos exames podem demorar dias ou até seis semanas a serem conhecidos, já que os médicos legistas terão de realizar ainda um relatório toxicológico para determinar a presença de drogas no corpo de Whitney no momento de sua morte. Nos casos das mortes de Michael Jackson e Amy Winehouse, por exemplo, este resultado levou cerca de três meses para ficar pronto.

LEIA MAIS:

LEIA MAIS: Relembre os sucessos de Whitney Houston

Veja fotos da carreira da cantora

Leia a repercus

são entre artistas no Twitter

Embora a causa da morte ainda seja desconhecida, é muito provável que ela tenha ficado inconsciente ou dormido dentro da banheira, levando a um afogamento. De acordo com o TMZ, o corpo da cantora foi encontrado com a cabeça dentro da água e os pés fora dela, o que leva a polícia a crer que seu corpo tenha escorregado dentro da banheira quando ela ficou inconsciente. O tenente de Beverly Hills Mark Rosen assegurou que “não havia sinais evidentes de intenção criminosa” e que a causa de sua morte está sendo investigada.

A polícia não encontrou drogas ilegais no quarto de Whitney, apenas alguns remédios controlados como Xanax, que é utilizado no tratamento de ansiedade e depressão. Também não havia nenhuma evidência de que ela tivesse bebido álcool antes de morrer dentro do quarto, ou nenhuma pista que levasse a uma morte criminosa. Whitney bebeu muito em uma festa que antecedeu a entrega dos prêmios Grammy na noite de sexta-feira, e as autoridades acreditam que uma combinação entre Xanax e álcool tenham provocado uma forte sedação na cantora.

Póstumo – Recentemente, Whitney terminou de gravar suas cenas em Sparkle, remake do longa de mesmo nome dirigido por Irene Cara em 1976. O filme conta a história de jovens cantoras que têm sua vida destruída pelo vício em drogas — um problema também enfrentado por Whitney durante boa parte de sua carreira.

De acordo com o Los Angeles Times, o filme continua com estreia marcada para agosto, e deve ser o primeiro trabalho póstumo de Whitney a ser lançado. “Eu não tenho ideia do impacto que a morte dela terá em Sparkle, mas eu vi uma versão ainda não finalizada do filme ontem, e ela estava fantástica nele”, disse o produtor executivo do longa, Howard Rosenman. Whitney também era uma das produtoras do filme.

Morte – A polícia de Los Angeles ainda investiga a causa da morte da cantora, mas trabalha com as hipóteses de afogamento e overdose. Ela foi encontrada morta na noite deste sábado, aos 48 anos, em um quarto do hotel Beverly Hilton, em Los Angeles, onde estava hospedada para se apresentar em uma festa que antecederia os prêmios Grammy.

De acordo com o TMZ, um integrante da equipe de Whitney encontrou o corpo da cantora na banheira e, em seguida, ligou para a segurança do hotel, que imediatamente acionou o serviço de emergências. Quando os paramédicos chegaram, tentaram reanimá-la, mas a cantora não respondeu e foi declarada morta às 15h55 (horário local, 22h55 de Brasília).

Sucesso nos anos 1980 e 90, Whitney tinha a saúde visivelmente debilitada nos últimos tempos por causa de seus problemas com as drogas. Dona de uma voz poderosa, ela era conhecida como “the voice” (a voz), e atuou em filmes de sucesso como O Guarda-Costas (1992) e Falando de Amor (1995). Seus hits incluíam How Will I Know, Saving All My Love for You e seu maior sucesso, I Will Always Love You. Durante sua carreira, a cantora vendeu mais de 200 milhões de álbuns.