Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Wannabe’, das Spice Girls, embala nova campanha da ONU

Vídeo pede por igualdade de gêneros e incentiva mulheres a participarem da ação

Uma das canções mais icônicas dos anos 1990, Wannabe, das Spice Girls, ganhou um novo peso nesta terça-feira ao se tornar a trilha sonora de uma campanha pela igualdade de gêneros no mundo. O hit lançado em 1996 embala um clipe de pouco mais de um minuto, no qual mulheres de diferentes países, como Nigéria, Estados Unidos, Canadá e Índia, mostram o que elas realmente querem – em referência à letra da música. Alguns dos desejos mostrados no vídeo são: educação de qualidade para todas as meninas e o fim do casamento infantil, da violência de gênero e da desigualdade salarial.

Algumas das integrantes do grupo foram as responsáveis por popularizar o vídeo. A primeira foi Victoria Beckham, que compartilhou a produção orgulhosa. “Vinte anos depois e o Girl Power está sendo usado para empoderar uma nova geração”, escreveu a ex-cantora, e agora estilista. Melanie C e Emma Bunton também postaram em suas redes sociais a produção, que soma, nas páginas das integrantes, 8 milhões de visualizações.

Leia também:

Duas das Spice Girls não querem a reunião do grupo

Victoria fazia shows das Spice Girls com microfone desligado

A campanha faz parte das Metas Globais de Desenvolvimento Sustentável, das Organizações das Nações Unidas (ONU). Entre as 17 metas, algumas visam a igualdade entre homens e mulheres.

O clipe ainda faz uma pergunta: “O que você realmente quer?” e lança a hashtag #WhatIReallyReallyWant para que mulheres compartilhem fotos nas redes sociais com o termo. As imagens serão transmitidas para os representantes de diversos países na ONU em setembro.

O aniversário de duas décadas do hit movimentou rumores de que o grupo se reuniria novamente para fazer uma turnê, porém apenas com Mel B, Geri Halliwell e Emma já que Victoria e Mel C não pretendem participar. O grupo se reuniu pela última vez em 2012, no encerramento dos Jogos Olímpicos de Londres.

Confira abaixo o vídeo da campanha:

(Da redação com Estadão Conteúdo)