Clique e assine a partir de 9,90/mês

Vocalista do Cranberries é liberada da prisão na Irlanda

Dolores O’Riordan foi detida após agredir uma aeromoça durante voo

Por Da Redação - Atualizado em 15 jan 2018, 18h02 - Publicado em 10 nov 2014, 17h50

A irlandesa Dolores O’Riordan, 43 anos, líder da banda The Cranberries, foi solta nesta segunda-feira sem acusações após ser detida na Irlanda por agredir uma aeromoça em um voo que saiu de Nova York, nos Estados Unidos, informou a polícia.

A cantora foi detida assim que o avião da companhia aérea irlandesa Era Lingus pousou, às 3h30 (horário de Brasília) no aeroporto de Shannon, no oeste do país europeu. Dolores foi levada à delegacia, onde podia permanecer detida durante um período máximo de 24 horas, segundo a legislação vigente, mas foi solta logo depois das 14h (de Brasília).

“Foi pedido que após a aterrissagem do avião a polícia subisse a bordo, por causa de uma agressão contra uma aeromoça da Era Lingus. Um policial também foi agredido durante a detenção”, disse um porta-voz policial. A aeromoça sofreu ferimentos em um pé e foi transferida a um hospital próximo ao aeroporto de Shannon para ser examinada. Ainda não se sabe o motivo que levou Dolores a investir contra a profissional.

A banda Cranberries ganhou fama mundial no início dos anos 1990 com canções como Zombie, Dreams e Linger, e vendeu mais de 40 milhões de discos no mundo todo. O grupo se separou em 2002, e voltou a se juntar sete anos depois para uma turnê mundial. Em 2012, lançaram seu último álbum, Roses. Dolores hoje vive em Dublin com o marido e os três filhos.

Continua após a publicidade

(Com agência EFE)

Publicidade