Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Virginie Viard sucede Karl Lagerfeld como diretora artística da Chanel

De estagiária a braço direito do estilista morto desta terça, 19, ela herda um dos mais importantes postos criativos do mundo da moda

Virginie Viard é a nova diretora artística da Chanel, após a morte de Karl Lagerfeld, nesta terça-feira, 19. Trata-se de uma decisão sucessória e esperada pelo mercado: a diretora de estilo da maison atuava como braço direito de Lagerfeld desde os anos 1990 e participou intensamente das criações recentes para a marca, tendo recebido aplausos ao lado do estilista nos últimos grandes desfiles da grife. A nova cabeça da Chanel recebe o cargo com o pedido expresso do presidente, Alain Wertheimer, de seguir com “o legado de Gabrielle Chanel e Karl Lagerfeld”.

Neta de fabricantes de seda, Virginie entrou para o time da Chanel em 1987, como estagiária na área de bordados de alta-costura. Conta-se que chegou à empresa indicada por um mordomo do príncipe Ranier de Mônaco. Nos anos 1990, Karl Lagerfeld assumiu a direção da Chloé e Virginie foi com ele. Quando voltou para a Chanel, a estilista assumiu algumas das áreas de ponta da empresa: eram de sua alçada ready-to-wear, cruise, alta-costura e Métier d’Art, linhas fundamentais para a missão de seu tutor de atualizar a marca.

Ao jornal The Telegraph, Virginie contou que recebia apenas croquis de Lagerfeld e, a partir desses rascunhos, selecionava dos tecidos aos profissionais responsáveis para montagem das peças. Isso era possível graças a uma cumplicidade que ambos faziam questão de reafirmar a cada desfile nas redes sociais. “Nosso relacionamento é fundamental – de um profundo afeto e uma verdadeira amizade”, disse ao jornal. 

A deterioração do estado de saúde de Karl Lagerfeld ficou em evidência durante os últimos desfiles. No no último, em janeiro, deixou a saudação final de sua coleção primavera-verão 2019 nas mãos da pupila.

A firma enviou suas condolências à família do estilista e elogiou sua “criatividade prolífica” e sua “infinita imaginação” com a qual reinventou os conceitos da marca. “Um indivíduo extraordinariamente criativo, Karl Lagerfeld reinventou os conceitos criados por Gabrielle Chanel”, afirmou a marca.