Clique e assine a partir de 9,90/mês

Vestido de Meghan Markle deixa sutiã à mostra e fãs reclamam

Usuários das redes sociais acusaram a duquesa de estar tentando aparecer

Por Redação - 6 Aug 2018, 16h35

Meghan Markle passou seu aniversário de 37 anos no casamento de um amigo de príncipe Harry, no último sábado, e não deixou de ser notada durante a cerimônia. Mas, enquanto acenava para o público, a duquesa de Sussex, sem querer, acabou deixando o sutiã à mostra.

A duquesa de Sussex, Meghan Markle, participa de cerimônia de casamento entre Charlie Van Straubenzee e Daisy Jenks, no vilarejo de Frensham – 04/08/2018 Karwai Tang/WireImage/Getty Images

No Twitter, fãs reclamaram do descuido da duquesa. “Meghan em um casamento: vestido preto, acenando para as câmeras e com o sutiã aparecendo. Achei que ela era esperta”, disse uma pessoa. Outros acusaram a ex-atriz de querer chamar atenção: “Quem usa preto em um casamento, com os botões abertos e mostrando o sutiã?”, perguntou um usuário da rede social.

A gafe, no entanto, não chega a ser considerada quebra do protocolo real. Ao site da revista People, a professora de etiqueta Myka Meier explicou que possíveis defeitos de caimento das roupas são encarados apenas como acidentes. “O sutiã dela aparecendo não foi proposital, logo, não é visto como uma afronta”, disse.

Markle usava um vestido preto com detalhes em verde e branco, da marca Club Monaco. O modelo esgotou na loja online poucas horas depois da duquesa aparecer usando a peça.

Continua após a publicidade

Príncipe Harry ‘desconfortável’

Toda a atenção que Meghan vem recebendo nos últimos meses, no entanto, não agrada o príncipe Harry. Segundo a revista americana Vanity Fair, o sexto na linha sucessória ao trono britânico está bastante desconfortável com a obsessão da imprensa com sua vida e a da esposa.

A publicação afirma que eles devem parar de fazer aparições públicas por um tempo na esperança de que o interesse pela vida deles diminua. Nos próximos meses, eles só devem sair em público para visitar a mãe de Meghan, nos Estados Unidos, e viajar com a rainha Elizabeth II para o Castelo de Balmoral, propriedade da família real na Escócia.

“Os príncipes são pessoas muito privadas e fizeram todo o possível para manter a imprensa distante desde a morte de sua mãe. Eles são extremamente protetores com suas esposas e famílias e farão de tudo para evitar que se repita a perseguição que a princesa Diana sofreu, nas décadas de 1980 e 1990”, justifica Katie Nicholl, a correspondente de assuntos da realeza da publicação americana. Diana, mãe de Harry e William, morreu em 1997 em um acidente de carro após ter seu veículo perseguido por um paparazzo.

Publicidade